Está aqui

Opinião

A coletora de segredos

Respinga era um ser que, como o seu nome diz, não parava sossegada.

Respinga acordava por volta das cinco e meia da manhã e adormecia às 11:30 ou 23:30. Praticamente, nunca dormia. Respinga era uma pulga! Isso mesmo que ouviu, ou leu, Respinga, pulga de nascença, é a nossa personagem desta semana.

Nascida nas ovas das pernas, fruto de outra pulga, por acaso de uma ovelha, Respinga desde cedo se começou a diferenciar de todas as restantes irmãs.

Queremos Évora com orgulho no passado, mas de olhos no futuro

Évora deve ter orgulho no seu passado, mas tem de olhar, obrigatoriamente, para o futuro.

Évora tem um conjunto de características que são fundamentais para ser uma cidade bem-sucedida. O concelho de Évora tem um elevado valor patrimonial, ambiental e social, pelo que merece uma atitude muito mais exigente, proactiva e liderante. Évora não pode continuar a desperdiçar oportunidades. Necessita de um projeto diferenciador daquele que vigora há muitos anos. Um projeto que seja mobilizador.

Não há melhor lugar

Não há melhor lugar

senão aquele onde o tempo

caminha sem nunca chegar,

Alunos universitários, responsabilizem-se!

O período de reflexão a que esta fase do ano nos habituou ganha em 2020 uma conotação mais significativa, uma vez que muitos portugueses viveram uma experiência social e de trabalho muito diferentes do que desejaram nas festividades do ano passado. A estratégia a seguir por empresas e trabalhadores face ao próximo ano começa a ganhar forma, e numa semana marcada pelo início da vacinação contra a COVID-19 no Reino Unido, a adoção de atitudes mais positivas começa finalmente a fazer parte do quotidiano.

Florbela Espanca - 90 anos da sua morte

Assinalavam-se, entre hoje e amanhã, os 126 anos sobre a data de nascimento e os 90 anos da morte da grande poetisa alentejana, Florbela Espanca.

O seu desaparecimento continua envolto em mistério. Terá ocorrido na noite de dia 7 de Dezembro, às 22 horas, conforme a versão oficial? Terá falecido na madrugada de dia 8? Suicídio ou morte natural? 

O dia 8 está para sempre associado à sua própria existência. Foi nesta data que nasceu, foi num dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Vila Viçosa, que casou pela primeira vez e terá sido num dia 8 que partiu...

O último voo da poupa

A poupa poupava muito dinheiro em viajar de autocarro. Mesmo em longas distâncias, preferia o transporte mais barato. Não tinha nada a ver com o seu nome, embora, claro, se é poupa, poupa.

Tinha mesmo de poupar esta poupa pois tinha um ninho cheio de ovos e uma prole tão mais numerosa quanto o número de ovos que tinha no ninho.

Embora poupada, havia sempre despesas que levavam a que a pobre gastasse dinheiro. Não me vou referir à forma escatológica como construíra o seu ninho.

Medidas (de distanciamento) sem fitas

Como amplamente divulgado pelas autoridades, as medidas de distanciamento são das mais efetivas na redução da transmissão da COVID-19.  A recomendação da DGS indica que se deve manter uma distância de pelo menos 2 metros das outras pessoas, contudo, o que se vem observando, um pouco por todo o lado, é o desrespeito desta recomendação. Alguns, mesmo que queiram, não podem cumprir e são obrigados a permanecer, horas a fio, a menos de 2 metros de outros, como se verifica, por exemplo, nas salas de aula.

25 crianças mutiladas por dia e a sua preocupação é ofender?

Haver 25 crianças mutiladas por dia, durante os últimos dez anos, não é uma notícia má: é péssima. As diferentes guerras e conflitos, existentes por todo o mundo, foram responsáveis por 93 mil mortes ou mutilações infantis, desde 2010.

"Imagine viver com o medo constante de que hoje pode ser o dia que seu filho será morto em um ataque suicida ou num ataque aéreo. Essa é a cruel realidade de dezenas de milhares de pais afegãos que têm filhos que foram mortos ou feridos", palavras de Chris Nyamandi, diretora do “Save the Children” no Afeganistão.

A fuga do peru

Dia 26 de novembro do corrente, antecipando a grande festividade do dia do peru nos Estados Unidos, Macário, um peru grande e encorpado que vivia no meio desse país, antecipou um acontecimento que o deixaria em sérios problemas, se não, questão de vida ou de morte. Neste caso sabemos que seria mais de morte.

Há uma tradição aqui deste lado do Atlântico de sacrificar um animal que será barbaramente degustado por um número enorme de comensais. Trata-se do Dia de Ação de Graças. Quem não acha muita graça são os perus. Neste caso Macário não achava mesmo piada nenhuma.

Quem quer apagar o 25 de Novembro?

O 25 de Abril acabou com o regime de Salazar / Marcelo. O 25 de Abril abriu as portas à Democracia e à Liberdade. O 25 de Novembro garantiu a Democracia e a Liberdade. O 25 de Novembro consolidou o 25 de Abril.

Na minha opinião as duas datas são fundamentais para a consolidação do processo democrático português.  Por isso mesmo, estranho a débil, ou quase inexistente, evocação ao 25 de novembro.

Recentemente completaram-se os 45 anos do 25 de novembro de 1975 e, pelo que se pode notar, praticamente nenhum órgão de comunicação social relembrou esta data histórica.

Páginas