Está aqui

Opinião

He gmjve hi Géwev à qáuymre Irmkqe - a cifra de César

Por volta de 60 a.C. Júlio César comunicava, com os seus generais, através de mensagens codificadas com recurso a uma cifra de substituição simples.

As cifras de substituição simples são os mais antigos e elementares métodos de criptografia (codificação de informação). Têm como base uma chave, que consiste numa regra de associação de caracteres/símbolos de um conjunto pré-determinado (alfabeto de cifra), através da qual se substitui cada caracter/símbolo da mensagem a transmitir pelo seu correspondente da chave.

Confissão ao meu amor (im)possível

Mil e uma desculpas ao meu amante desconhecido. A ti. Desculpa-me.

Creio que o meu amor tem ossos frios e se esconde como o vento entre as folhas de todos os jacarandá-mimosos.

Creio que o meu amante descansa o seu corpo numa cama com lençóis frios e eu não quero verter mais lágrimas, mas eu quebro a minha alma assim mesmo.

Apanhaste-me

Apanhaste-me. Deste-me a mão e eu saí da poça em que me mantia afogada. A luz decidiu revelar-se de novo. Passado tanto tempo; cumprimentei-a. Aqueceu-me. Transmitiu-me segurança e conforto.

Sorri.

Estava numa dança lenta e apaixonada com ela.

Ainda com a minha mão entrelaçada na tua, guias-me por novos caminhos; não que eu não os tivera conhecido antes. Mas agora, observo noutra perspectiva.

Explodo gratidão. Por ti. Por nós. Pelo que temos, e iremos ter.

Jean Genet - parte 1

A pureza de uma linguagem não se mede pela sua objectividade, mas pelo grau de honestidade facilmente pressentido do autor, por assim dizer.

Preto

Preto.

O caminho está colorido com um preto delicado e eu estou perdida.

De repente

estou numa casa.

Nunca tinha chegado a esta casa. Sempre estivera muito distante. Há quadros pendurados que gritam agressivamente comigo. Lâmpada que ameaçam tocar na minha face. Uma corrente de ar abraça o meu pescoço. Sou facilmente invadida por maus pressentimentos.

Continuo perdida.

Tento agora caminhar. Voltar à vida. Dou dois passos. Será que consigo subir as escadas?

Afinal sempre há quem queira cobrar IMI no Centro Histórico de Évora

Para quem ainda tinha algumas dúvidas sobre a posição do Partido Socialista (PS) em relação à cobrança de IMI no Centro Histórico de Évora (classificado como Património da Humanidade pela UNESCO), ficou muito clara na discussão e votação do Orçamento de Estado (OE) para 2020. O PS quer mesmo que os eborenses sejam sujeitos à tributação de IMI no Centro Histórico de Évora.

Perdemos ou ganhamos com a vinda de turistas!?

É hoje reconhecido o papel do turismo em termos de desenvolvimento económico. Sabemos que o seu contributo pode ser determinante para a revitalização de áreas mais desfavorecidas, mas com um grande potencial por descobrir em termos turísticos. 

“Não Matarás” dizem eles

Está na Biblía: “Não Matarás” (Ex 20,13) terá dito Jesus no Sermão da Montanha. Foi com esta escritura que um padre deu o seu sermão numa missa, num qualquer recanto de Portugal, como mostrava uma reportagem num noticiário televisivo de domingo.

Não sei se será esquecimento, ou sarcasmo de mau gosto, que agora as hostes religiosas se insurjam em campanha contra a Eutanásia quando têm sido as religiões (todas) e o professar de fanatismos que, ao longo da História, têm levado a um sem fim de mortes injustificadas e involuntárias.

God Told Me To – parte 2

Moisés levou o povo eleito (a metáfora possível) para a um lugar seguro, Jesus deixou-se morrer. Ambos foram tentativas falhadas do criador. Demasiado humanos – esqueceram as suas alianças mais profundas, criaram empatia com a espécie que os viu crescer e não com a entidade que os fez diferentes, enviados especiais. Separados por demasiado tempo, talvez. Removidos pela raiz. Rebeldia supra-humana, esta, tão distinta e cuja essência sempre tivemos dificuldade em compreender (mais uma vez, a metáfora possível).

Dói

Dói - digo-te. Está a doer - aviso-te. Permaneces com o meu coração nas tuas mãos. Apertas com força. Pára, nada. Mas tu não te importas minimamente com isso. Continuas com as mesmas ações; aquelas que são inexistentes. Sei que odeias correr riscos; não poderás abrir uma exceção? Não gostas de caos, organizas tudo. Qual é o meu lugar? Nada fazes. Nada dizes. Tampouco praticas.

Eu não sou capaz de te mentir; tu és? Serias capaz de admitir todas as palavras que tens engolido? Oxalá não sufoques. Como saberei, então?

Páginas