Está aqui

Ambiente

A fragilidade do planeta numa exposição de Sebastião Salgado em Évora

Sebastião Salgado, um dos mais prestigiados fotógrafos da atualidade, traz a Évora a exposição “Génesis. Sebastião Salgado”.

Trata-se de um conjunto de 38 imagens em preto e branco, nas quais o fotógrafo brasileiro procura as origens do mundo e do planeta em que vivemos, prestando uma homenagem à sua fragilidade.

Piscinas municipais de Évora vão gastar menos 16 metros cúbicos de água por hora

As obras de requalificação das Piscinas Municipais incluem novas técnicas que irão permitir o reaproveitamento da água utilizada nos tanques de natação. Depois de recentemente terem beneficiado de obras de requalificação os balneários, a piscina coberta e os chapinheiros das crianças, é agora a ocasião para concretizar duas intervenções de fundo que irão tornar o Parque Municipal de Piscinas mais seguro, moderno, funcional, e sobretudo amigo do ambiente, segundo aquele município alentejano.

Porto de Sines testa reacção a derrames e explosão de 3 mil metros cúbicos de gás natural

O Porto de Sines foi palco da realização do primeiro treino prático com fogo real de Gás Natural Liquefeito (GNL), que envolveu a REN Atlântico, concessionária do terminal especializado, onde é movimentada o GNL, e a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, como avança a Revista Cargo.

Évora inaugura exposição de fotografia sobre as alterações climáticas

PHENOMENA é o nome da Exposição de fotografia sobre alterações climáticas que inaugura no dia 12 de dezembro às 17 horas na Igreja do Salvador do Mundo em Évora.

As trinta imagens em exibição representam o olhar de fotógrafos, amadores e profissionais, que responderam ao apelo do Concurso de fotografia sobre alterações climáticas PHENOMENA, cujo propósito foi desafiar todos os cidadãos a focar a atenção sobre as mudanças ambientais em Portugal através da fotografia.

Projeto que transforma plásticos agrícolas de Alqueva vence prémio Economia Circular

O projeto PlaCarvões "De Plásticos a Carvões Ativados – Economia circular nos plásticos agrícolas e urbanos", desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, (CIMAC); a empresa Gestão Ambiental e de Resíduos, EIM, (GESAMB), e a Universidade de Évora, financiado pelo Fundo Ambiental, venceu o Prémio Economia Circular nas Instituições Não Empresariais do Alentejo, atribuído pela Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL) e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).

Aproveite o sol hoje, amanhã chove

São estas as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera: hoje sol, amanhã chuva para mais de metade do País.

Os últimos dias têm tido muito sol – apesar de frios – mas amanhã, domingo, a chuva estará de volta e, no Alentejo, os aguaceiros atingirão o distrito de Portalegre. Évora e Beja serão marcados por muitas nuvens, e Évora também não deverá escapar à chuva.

Eborense de 79 anos vence Troféu Português do Voluntariado

Lídia Duarte Mira, de 79 de anos de idade, natural e residente em Évora, voluntária no Projeto de Voluntariado Cultural da Fundação Eugénio de Almeida desde 2013, foi a vencedora do Troféu Português de Voluntariado na Categoria Sénior. A distinção e o prémio foi entregue hoje em Guimarães por Eugénio Fonseca, Presidente da Confederação Portuguesa de Voluntariado.

Estradas principais do Alentejo estão a afetar Corujas-do-mato

A dissertação da estudante Shirley van der Horst, no âmbito do Mestrado em Biologia de Conservação da Universidade de Évora (UÉ), sob a orientação de Rui Lourenço, investigador do ICAAM, foi a base de um estudo publicado no European Journal of Wildlife Research, no qual se avaliaram os efeitos da proximidade de estradas (principais e secundárias) na abundância de corujas-do-mato no Alentejo Central entre 2005-2016.

Centrais a carvão de Sines e do Pego vão perder isenção na produção de eletricidade

As centrais a carvão de Sines e do Pego vão pereder em 2021 as isenções de taxas na produção de eletricidade.

O Governo vai reduzir a isenção fiscal atribuída a combustíveis fósseis na produção de eletricidade em mais 25% no próximo ano. Assim, a redução progressiva do benefício fiscal vai manter o ritmo, apesar de o Executivo ter antecipado o fecho das centrais elétricas a carvão, como avança o Negócios.

Número de insectos polinizadores aumentou 130% no País

Há três anos que estão a ser estudados os insectos que têm um papel relevante na nossa agricultura e segundo este estudo observou-se um aumento significativo na diversidade de insetos nas diferentes culturas. Em todos os grupos de insetos houve um aumento significativo das espécies, graças à sementeira destas margens multifuncionais. Muitas destas espécies são insetos polinizadores, auxiliares e inclusive endémicos.

Páginas