Está aqui

Curiosidades

Alandroal lança-se em grande projeto de reflorestação no Alentejo

O município de Alandroal vai participar como parceiro estrutural no projeto “Além Risco” que procura combater as mudanças climáticas com a plantação de 50 mil árvores.

Desenvolvido por uma equipa liderada por Miguel Bastos Araújo, investigador da Universidade de Évora, o projeto tem como objetivo envolver os cidadãos na plantação de milhares de árvores nos aglomerados urbanos do Alentejo Central, permitindo não só reduzir o efeito de “ilha de calor” por eles criados, mas também reforçar a capacidade de adaptação das populações locais ao efeito das ondas de calor na saúde pública.

Biblioteca Municipal de Estremoz abre ao público ainda este ano

A Biblioteca Municipal de Estremoz vai abrir ao público num novo espaço até final de junho, após obras de requalificação desse edifício, no valor de 2,5 milhões de euros, revelou o presidente do município à agência Lusa.

Covid-19: Altice Portugal reforça as redes de comunicação

Novamente com os portugueses em confinamento, a Altice procura dar melhor resposta e minimizar o impacto na vida dos Portugueses. Neste sentido, vai proceder a novas ampliações e a um maior reforço de rede por todo o território nacional face ao expectável progressivo aumento de tráfego na rede fixa, com o previsível aumento do teletrabalho e o confinamento.

Ermida de S. Brás, em Évora, vai receber obras de conservação 

Mandada construir por D. João II, e classificada como Monumento Nacional, a Ermida de S. Brás, situada no Rossio de S. Brás, em Évora, irá beneficiar de obras de conservação, que incidirão na cobertura, rebocos e caixilharias.

Ecorkhotel renasce em Évora sob o seu mote original de sustentabilidade

O Grupo Tivoli vai deixar o Ecorkhotel, em Évora, passando este a retomar o conceito de boutique hotel, focado na sustentabilidade e na ruralidade alentejana, avança o Expresso.

Em declarações ao Boa Cama Boa Mesa, Miguel Fonseca, administrador do Ecorkhotel, confirma o “divórcio amigável” do grupo Tivoli, “pensado desde há algum tempo” a fim de “retomar a lógica de boutique hotel, independente, focado no local e com a ambição de ser autossustentável”.

Villa romana de S. Cucufate na Vidigueira proposta a monumento nacional

A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) propôs a classificação das ruínas de São Cucufate, que é Imóvel de Interesse Público desde 1947, a monumento nacional, avança o Público.

O motivo prende-se pelo facto de se considerar que a villa romana, localizada em Vila de Frades, na Vidigueira, tem um “carácter único e excecional a nível nacional e não só.”

Restaurante Herdade do Esporão ganha Prémio Especial de Sustentabilidade

O Restaurante Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, ganhou o Prémio Especial Sustentabilidade Studioneves 2020 pela sua preocupação ambiental e de sustentabilidade.

Banda alentejana e algarvia de punk rock criam álbum em conjunto

A banda algarvia Contra Corrente e os alentejanos Suspeitos do Costume, ambas de punk rock, juntaram-se para criar o álbum “Ao Vivo – Sessão de Estúdio”, que será lançado no dia 13 de fevereiro. O novo álbum tem seis faixas, sendo que cada uma das bandas interpretou três delas.

Segundo o jornal Sul Informação, as bandas tiveram a ideia de criar este álbum para “colmatar a falta de ligação com o público com a ausência de espetáculos durante o ano de 2020. Reparámos que existiam poucos trabalhos lançados de bandas punk captadas ao vivo e decidimos avançar”.

Investigadora abandona Reino Unido para se dedicar à cerâmica no Alentejo

Célia Macedo viveu e trabalhou 12 anos como investigadora no Reino Unido, mas, em 2019, “deixou toda a sua vida e carreira para trás” e voltou a Portugal para “seguir a sua paixão e sonho” e tornar-se ceramista a tempo inteiro.

2020 foi um dos mais quentes dos últimos 90 anos

Segundo a versão preliminar do Boletim Climatológico - Ano 2020, o valor médio da temperatura média do ar deverá ser ligeiramente superior a 16 °C com um desvio em relação à normal de cerca +1 °C. Os maiores desvios verificaram-se nos anos de 1997 (+1.3 °C) e 2017 (+1.1 °C), Figura 1. A década 2011-2020 será a mais quente desde 1931 em Portugal continental.

Páginas