Está aqui

Opinião

As notícias por cá

Queridos leitores,

 Hoje gostaria de falar um pouco sobre o meu país. O meu país às vezes, muitas vezes, faz-me ficar zangado, muito zangado.

O pânico

A noite caía devagar, marcando a transição entre o claro e o escuro. O coração de todos e de cada um batia de forma forte e acelerada. Eram muitos os corações que se emparelhavam e desenfreado o ritmo que, sendo ligado em máquinas, faria os motores do mais forte camião funcionar sem problema algum. Mas havia razão para tal. Na noite que se instalava devagar, a velocidade dos acontecimentos criava o pânico e os intervenientes sentiam, mais profunda que ninguém, a carga de ansiedade que a realidade trazia consigo.

E os burros somos nós?

Qual a razão porque o Alentejo não foi contemplado nos descontos das portagens das autoestradas?

O mais recente modelo de descontos na taxa de portagem nas autoestradas que entrou em vigor há pouco tempo (1 de julho de 2021), trás consigo uma redução de 50% nalguns lanços das autoestradas A22 – Algarve; A23 – IP; A23 – Beira Interior; A24 – Interior Norte; A25 – Beiras Litoral e Alta; A28 – Norte Litoral; A4 – Subconcessão AE transmontana; A4 – Túnel do Marão; A13 e A13-1 – Subconcessão do Pinhal Interior

Dia Mundial do Cérebro: a importância de controlar os fatores de risco cerebrovascular

O Dia Mundial do Cérebro, uma iniciativa da Federação Mundial de Neurologia, comemora-se anualmente no dia 22 de Julho.

Este ano é dedicado a Esclerose Múltipla, doença inflamatória do sistema nervoso central, que afeta mais de 2.8 milhões de pessoas a nível mundial. O contributo dos fatores de risco cerebrovascular no prognóstico da esclerose múltipla vem sendo progressivamente demonstrado.

Mandela - uma longa caminhada para a Liberdade que queremos sempre presente

Hoje, 18 de julho, é o Dia Internacional Nelson Mandela - o mesmo dia em que se celebraria o seu aniversário.

O Tribuna Alentejo não é, nem podia ser, indiferente a este dia -uma vez que os valores que compõe a própria linha editorial do Tribuna Alentejo se cruzam e reveem nos valores e exemplo humano do líder sul-africano - e logo mais numa época em que se vivem dias conturbados na África do Sul, onde a justiça, a democracia e a segurança tardam em impor-se e em permitir o progresso do país.

A fadiga

Movimentavam-se dolentes debaixo do calor insuportável do Alentejo. As sombras eram mais pesadas que o próprio corpo. Num horizonte que se perdia de vista, caminhavam como se na penumbra fosse.

A fadiga vivia em todo o lugar da vida dos homens e das mulheres da baixa província. A fadiga movimentava-se no meio das coisas. No rosto das pessoas, o cansaço tomava o corpo da fadiga e tornava a dança do sol com o calor o suspiro da fadiga.

Os homens e as mulheres sabiam que os seus cansaços tinham um nome e viajavam entre pedaços de fazenda nessas terras.

As cadeiras à noite pela fresca

as cadeiras sentam-se
e arejam a noite
da terriola mais quente.

as vozes saem de casa
e a rua escuta epopeias
exaltadas pela sua gente.

são as primeiras redes sociais
sem seguidores ou amizades formais
o mito do vizinho que enriquece
e o zum-zum da vizinha que enlouquece
não passam de fake news imorais.

mas que bom que é falar sem internet
sem binários mal interpretados
e sem medo da palavra a dizer;
por isso a rua da minha aldeia é assim:
a voz da liberdade a prevalecer.

 

As peripécias de um candidato autárquico

Apesar de não ser um novato nestas andanças, talvez seja a primeira vez em que assumo um papel de maior destaque, na corrida às autárquicas.

A experiência demonstrou-me, ao longo de diversas campanhas, que a exposição pública e o escrutínio sobre os nossos comportamentos e ações são elevadas e cada movimento é visto com toda a atenção, sobretudo num meio pequeno, como aquele em que resido. Basta um pequeno deslize para originar um boato.

Em busca do 13º

A crença dos pitagóricos de que tudo é constituído por números, conduzi-os à categorização dos números de acordo com diversas características. A principal abordagem dos pitagóricos para a organização dos números consistia em considerar primeiro um arranjo geométrico e depois o tamanho. A organização dos números, de acordo com essa regra, origina sequências de “números figurados”.

A queimar no bolso e por dentro

Numa noite de primavera do ano de 1934, um senhor de certa idade desceu os degraus de pedra que levam a uma das pontes....

“Pago com uma nota de 5 euros. Retiro algumas moedas de troca. A nota permanece no balcão. O lojista cumprimenta-me e desaparece na sala dos   fundos. Eu, distraidamente retiro a nota de 5 euros, despeço-me e caminho em direção à saída."

A história, no entanto, não foi assim, mas sim assim:

“Retiro conscientemente a nota de 5 euros, digo adeus e caminho para a saída”.

Páginas