Está aqui

Literatura

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens

Em 1946 a atriz Bárbara Virgínia passou para trás das câmaras e dirigiu o filme Três Dias Sem Deus, tornando-se a primeira realizadora portuguesa. Lurdes Baptista escolheu uma profissão que muitos veem como masculina: calceteira. Mas isso não a fez desistir de ornamentar os passeios de Lisboa. A 28 de junho de 1942, o jornal O Século noticiava: «A primeira arquiteta portuguesa defendeu tese na escola de Belas Artes e foi aprovada.» Maria José Estanco tornava-se assim a primeira mulher a exercer esta profissão.

Especialistas de oito países reunidos em Beja para congresso sobre Soror Mariana

Entre 15 e 17 de novembro a cidade de Beja irá receber o primeiro congresso internacional sobre Soror Mariana Alcoforado, a freira portuguesa que se acredita ter escrito as cinco cartas de amor publicadas há 350 anos, em Paris.

Ação da Equipa de Cuidados Continuados de Évora retratada em livro "40 anos do SNS"

No próximo dia 7 de novembro, pelas 17 horas, na sala dos docentes da Universidade de Évora, é apresentado o livro «40 anos SNS», da autoria de Maria Elisa Domingues.

A equipa da Equipa de Cuidados Continuados Integrados (ECCI 24) de Évora, que depende do ACES Alentejo Central foi parte integrante. Este novo recurso, segundo a autora é “talvez a maior inovação da Reforma” dos Cuidados de Saúde Primários.

Santiago do Cacém vai publicar livro da vencedora do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca

No dia 19 de outubro, às 16h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém, realiza-se o lançamento do livro vencedor da XII Edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca  – “Um Fiel Jardineiro e Outras Histórias”  da autoria de Maria de Fátima Ferreira Rolão Candeias, sob o pseudónimo MNEMÓSINE.

47 lendas alentejanas reunidas em livro

O livro Lendas Alentejanas, com textos de Fernando Santos Graça e ilustrações de Ricardo Inácio, é uma edição da Arandis Editora que integra o levantamento de 47 lendas, uma de cada concelho da região Alentejo.

Esta edição, bilingue (português – Inglês), surge na sequência de um projeto que teve início no Algarve, do qual resultou o livro Lendas Algarvias, que reuniu, pela primeira vez, Fernando Graça, jornalista autodidata e Ricardo Inácio, artista plástico e ilustrador, ambos algarvios, naturais do concelho de Loulé.

História Curiosa da Medicina- Uma sugestão Tribuna

Na Grécia Antiga, Hipócrates – “o pai da medicina” – acreditava que a única maneira de saber se uma mulher estava grávida era introduzir uma cebola na vagina e mantê-la lá durante a noite. Se no dia seguinte o legume conservasse o seu sabor, isso queria dizer que estava grávida. Poderiamos escolher um exemplo menos gráfico para apresentar esta História Curiosa da Medicina, mas este serve bem para mostrar as histórias que nos traz o médico espanhol e divulgador científico, Pedro Gargantilla.

O que Faço? Tenho Cancro da Mama

Ao longo de mais de 30 anos de carreira, a cirurgiã oncológica especialista em cancro da mama, Emília Vieira, ouviu inúmeras perguntas de mulheres que são confrontadas com este diagnóstico. “Porquê a mim? O que faço agora? Como vou contar à minha família? Tenho de fazer quimioterapia? O meu cabelo vai cair?”. Todos os anos aparecem 6 mil novos casos, o que significa 11 por dia.

O jornalista revolucionário e militante, homenageado na Casa do Alentejo

A Direcção da Casa do Alentejo, a Comissão Executiva e Conselho Nacional da CGTP-IN, a Direcção de "A Voz do Operário" e o PCP, organizam uma sessão de homenagem ao jornalista e sindicalista Fausto Gonçalves e aos 120 anos que marcam a data do seu nascimento. 

Portalegre celebra cinquentenário da morte do brilhante José Régio

Será um dos versos mais conhecidos da poesia em língua portuguesa “Não sei para onde vou - Sei que não vou por aí!” e pertence a José Régio, o escritor que nasceu em Vila do Conde e que passou boa parte da sua vida em Portalegre, a ensinar.

Este ano, após 50 anos da sua morte, a cidade alentejana tem-se desdobrado em iniciativas, juntamente com Vila do Conde, como exposições, ciclos de cinema, conferências e reedições num programa que durará até 2020.

Páginas