Está aqui

Literatura

Vila Viçosa lança "A música na Corte da Rainha D. Maria II de Portugal"

No âmbito das comemorações do bicentenário de nascimento da rainha D. Maria II, a Fundação da Casa de Bragança publica a obra A música na Corte da Rainha D.Maria II de Portugal, da autoria de Rui de Castilho de Luna. O lançamento do livro está agendado para 1 de fevereiro, às 16h00. no Paço Ducal de Vila Viçosa.

“A Maçonaria no Alto Alentejo” vê a luz do dia este sábado

Há um livro que promete desvendar alguns mistérios e contar algumas histórias: chama-se “A Maçonaria no Alto Alentejo 1821-1936”, da autoria do professor António Ventura, e será apresentado este sábado, no Alto Alentejo, em Portalegre, terra natal do autor.

No Centro de Congressos da Câmara de Portalegre, a apresentação da obra será feita por Maria de Fátima Nunes, professora catedrática da Universidade de Évora, decorre a partir das 16h30.

Na iniciativa estará também a Escola de Artes do Norte Alentejano e que tocará algumas músicas.

Descante – A desconstrução do Cante Alentejano pela arte

Viana do Alentejo está a celebrar o 122º aniversário da Restauração do Concelho e inaugura no próximo dia 11, no Paço dos Henriques, em Alcáçovas, a partir das 18h00, a exposição coletiva itinerante “Descante – A desconstrução do Cante Alentejano”, promovida pela Fora da Gaveta – Associação de Promoção e Educação pelas Artes.

E o Prémio Literário Vergílio Ferreira 2020 vai para…

O Prémio Literário Vergílio Ferreira é instituído pela Universidade de Évora desde 1996.

Foi criado para homenagear o escritor Vergílio Ferreira, cuja história se cruza com a Universidade, e destina-se a galardoar anualmente o conjunto da obra literária de um autor de língua portuguesa relevante nos domínios da ficção e/ou ensaio.

Governo investe em bibliotecas públicas. Metade da verba vem para Évora

O Governo vai investir cerca de meio milháo de euros num programa de melhoramento dos serviços em 40 bibliotecas públicas pelo País e cerca de metade da verba disponível vem para o Alentejo Central. Dos 443 mil euros disponíveis para o projeto de recuperação de bibliotecas, o Alentejo Central vai receber 204 mil euros, a maior fatia.

Portalegre lançou Guia Lexical Português-Chinês para o Jornalismo em Macau

O Politécnico de Portalegre participou no Congresso Internacional “Macau e a Língua Portuguesa: Novas Pontes a Oriente”, que decorreu naquela antiga colónia portuguesa a 27 de novembro para lançar  “O Guia Lexical Português-Chinês para o Jornalismo”, uma edição que resultou do desafio lançado pela direção do Instituto Português do Oriente (IPOR) ao presidente do Politécnico, Prof. Albano Silva, no ano passado.

O Alentejo e a Luta Clandestina – António Gervásio, um Militante Comunista

"O Alentejo e a Luta Clandestina – António Gervásio, um Militante Comunista” da autoria do jornalista Luís Godinho é lançado no próximo dia 4 de Dezembro pelas 18h30 na Biblioteca Municipal Almeida Faria, Montemor-o-Novo.

Susana Pedro "Entre Livros", em Reguengos de Monsaraz

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz convida miúdos e graúdos a participarem no ciclo de atividades e literatura "Entre Livros", promovido pela autarquia.

No próximo sábado, dia 30 de novembro, a convidada é a eborense Susana Pedro, que irá apresentar o seu último livro, "Há por aí alguém igual a mim?", na Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz, às 15 horas. Este é o segundo livro assinado por Susana Pedro, fundadora da associação sem fins lucrativos Sociedade do Bem.

Escritores do Alentejo reunidos em Odemira

A ASSESTA – Associação de Escritores do Alentejo, em parceria com o Município de Odemira, vai promover uma tertúlia na Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, para apresentação dos livros “7 bancos, 7 histórias” e “Contos ASSESTA – Água”, com a participação dos autores dos diferentes contos. Em simultâneo, será apresentada uma exposição com as ilustrações dos livros. A iniciativa decorre no próximo dia 30 de novembro, a partir das 15.00 horas.

Portugal tem um grave problema de corrupção, defende o jornalista alentejano Eduardo Dâmaso

“O livro que faltava sobre a corrupção, o chamado crime invisível”, afirma a editora Objectiva. “Olhemos a verdade de frente: Portugal tem um grave problema de corrupção”, diz o autor. Ao longo da obra são recordados casos recentes como a Operação Marquês, Face Oculta, Operação Furacão, Universo Espírito-Santo, que têm trazido a público a corrupção e os grupos de interesses instalados em Portugal. Eduardo Dâmaso alerta que, mais de 40 anos depois da viragem democrática, “pouco mudou na eficácia do combate à corrupção e aos crimes económicos a ela associados”.

Páginas