Está aqui

Luís Carapinha

11 de setembro de 2001 - "America under attack"

Atacaram as torres gémeas e derrubaram o sentimento ilusório de segurança no Ocidente.

Há 20 anos, às 8:46h (13:46h hora de Lisboa) o voo 11 da companhia americana “American Airlines”, com destino inicial para Los Angeles, embateu na Torre Norte do World Trade Center (WTC).

O avião, que tinha levantado voo às 7.59h, em Boston, levava a bordo 11 membros da tripulação e 81 passageiros, 5 dos quais terroristas. Pouco depois, ainda sem que o mundo dispusesse destas informações.

Dia D - um dia decisivo para o mundo livre

Em linguagem militar significa o dia da decisão, o dia de início de uma operação militar de combate que pode ser decisiva.

A sua utilização remonta à Primeira Grande Guerra e foi utilizada pelo exército norte-americano “D-Day”. Hoje em dia, a expressão vulgarizou-se de tal modo que é utilizada de modo geral por toda a sociedade para enunciar um dia em alguma coisa se desenvolverá ou acontecerá.

O fim do pesadelo

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto tem o seu lugar a 27 janeiro.

Para que não se repita, não basta passar esta página negra da História da Humanidade e encerrar os acontecimentos no baú do passado.

Para que não se esqueça, é necessário relembrar os milhões de vítimas provocadas pelo genocídio levado a cabo pela Alemanha nazi em plena II Guerra Mundial.

Há 76 anos, a 27 de janeiro de 1945, o principal campo de concentração nazi, Auschwitz (a sul da Polónia) foi libertado do jugo nazi pelas tropas da União Soviética.

Bye, bye Trump

Michael Wolff, jornalista e ensaísta da “New York Magazine” e da “GQ”, homem do círculo próximo de Trump, num documentário da BBC, definiu a chegada de Trump à Casa Branca como uma experiência: ”O que aconteceria se uma pessoa totalmente inconsciente da história deste cargo (a presidência dos EUA), da responsabilidade deste cargo, tivesse acabado de ser largada de Marte para este cargo? É o que se tem com a chegada de Donald Trump.”

Há relatos de pessoas do seu círculo próximo que revelam o seu comportamento à chegada à Casa Branca como o de uma criança com um brinquedo novo.

Gente mimada em tempos de pandemia

Os números falam por si. Hoje, segunda-feira, tivemos mais 167 mortes, um novo número máximo num só dia (há um total de mais de 9 mil), mais 276 internados (total de mais de 5000 internados) e mais 17 pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos (estamos perto do limite de camas com mais de 700 internados).

Vários dias seguidos com mais de 10.000 novos casos diários tornaram Portugal o país com maior número de casos por milhão de habitantes, segundo a universidade norte-americana John Hopkins.

O Natal está igual, nós não devíamos estar

Este ano foi inquestionavelmente marcado pela pandemia provocada pela Covid-19.

Tivemos uma fase inicial em que o mundo parou. Foram várias as reportagens a que podemos assistir e ver como locais normalmente marcados pelo rebuliço estavam vazios, sem gente, ninguém.

Muro de Berlim caiu há 31 anos

Resumir a bipolarização do mundo na Guerra Fria, no pós-Segunda Guerra Mundial num só símbolo esse seria certamente o Muro de Berlim (die Berliner mauer).

No dia em que o muro foi derrubado, a 9 de novembro de 1989, há 31 anos, o então chanceler alemão, Willy Brandt, disse: "Cresce junto, o que é para estar junto". O muro que separou a cidade de Berlim em dois durante 28 anos - separando famílias e amigos - era derrubado.

75 anos de Nações Unidas

Com a frase “Nós, os povos das Nações Unidas”, há 75 anos, o mundo modificava-se para sempre. A 25 de abril de 1945, representantes de 50 países, reunidos em São Francisco, nos Estados Unidos, realizaram uma conferência que mudaria aquilo que era o mundo até então.

Pátria e Liberdade – a Implantação da República

Hoje é feriado. Celebra-se o dia da Implantação da República em Portugal. Embora as razões para ser feriado pudessem remontar mais atrás, há 877 anos, quando o país Portugal era ainda um embrião.

A 5 de outubro de 1143, na cidade espanhola de Zamora, os primos D. Afonso Henriques, Rei de Portugal e o Imperador D. Afonso VII de Leão e Castela Portugal e Espanha assinavam o Tratado de Zamora, o início formal do reino de Portugal, independente de Castela, facto consumado em 1179, com a emissão da bula do Papa Alexandre III.

Fascismo, comunismo, fanatismo e outros ismos

Vivemos hoje num maniqueísmo permanente e em que as redes sociais são terreno de batalha fértil; nelas, qualquer um se julga no direito de ofender, trocam-se conceitos e confunde-se opinar com ofender, destratar com argumentar.

Enche-se a boca para com a facilidade de carregar nas teclas chamar “fascista” ou “comunista” a quem não pensa como um “eu” que muitas vezes nem lê tudo, que muitas vezes nem lê nada, que muitas vezes não passa de um perfil falso.

Páginas