Está aqui

Artigos publicados

Portalegre vai instalar nova escola da GNR

O município de Portalegre anunciou que o Concurso Público de Conceção para a elaboração do projeto do Centro de Formação e Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana em Portalegre já foi publicado em Diário da República.

Street art chega à Mina de S. Domingos

A Mina de São Domingos, no concelho de Mértola, vai receber a instalação de street art “I Was Here, I'll Be Here”, do artista norueguês Pøbel e da portuguesa Tamara Alves, cuja inauguração está agendada para sábado, dia 2 de julho, às 18:00.

Em comunicado, a organização do projeto MALACATE, um projeto de intervenção artística na Mina de S. Domingos, refere que esta instalação resulta do “diálogo” entre os dois artistas, a cidade mineira de Røros e a Mina de S. Domingos.

Autarcas reúnem-se para debater transferência de competências

Os presidentes dos municípios de Alcácer do Sal, Avis, Évora, Seixal, Silves e Vidigueira, vão reunir com a presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Luísa Salgueiro, amanhã, quarta-feira, em Lisboa, para debater o Processo de Transferência de Competências para os Municípios e Comunidades Intermunicipais.

Cuba propõe estudo independente sobre aeroporto de Beja

O presidente da Câmara Municipal de Cuba, João Português, propôs a realização de um estudo independente sobre “as capacidades de resposta” do Aeroporto de Beja, para avaliar a possibilidade deste ser uma alternativa a Lisboa e Faro.

Em declarações à agência Lusa, o autarca explicou que “o que pretendemos é que haja dados concretos sobre a capacidade de resposta do Aeroporto de Beja”, uma vez que “não há nada nem ninguém que nos diga” se este “tem ou não capacidade para ser uma alternativa a esses dois aeroportos”.

Secretário de Estado da Economia em visita ao Alentejo

O Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, acompanhado por Joana Mendonça, presidente da Agência Nacional para a Inovação – ANI, Nuno Mangas, presidente do COMPETE, e Francisco Sá, presidente do IAPMEI, inicia hoje, terça-feira, um roteiro de dois dias pela região do Alentejo.

Marchas Populares regressam a Ourique

As Marchas Populares da Vila de Ourique estão de volta já no próximo dia 1 de julho, pelas 21:30, na Praça Padre António Pereira, em Ourique.

Em comunicado, a autarquia anuncia que, para além da tradicional Marcha da Paz, vão participar na edição de 2022 das Marchas Populares a Marcha Popular CRIRA de Aljustrel, a Marcha Popular de Albernoa e a Marcha Popular de São Marcos da Ataboeira.

“Depois dos desfiles, da alegria dos marchantes e da música, a festa conta ainda com um Baile Popular com a atuação de Filomena Raposo”, refere o mesmo comunicado.

Odemira recebe “o melhor do jazz” até dia 2 de julho

A 14.ª edição do Festival TassJazz vai regressar à vila de Odemira a partir de hoje, 27 de junho, até dia 2 de julho, com workshops e concertos agendados no Quintal da Música e no Cerro do Peguinho.

De acordo com a Câmara Municipal de Odemira, “após dois anos de interregno, grandes nomes do jazz nacional sobem ao palco do Cerro do Peguinho: os grupos Noa Trio e Alma Nuestra (projeto com Salvador Sobral) na sexta-feira, dia 1 de julho, e a banda Loosense e a trompetista Jéssica Pina no sábado, dia 2 de julho”.

Hotel Rural Terapia do Sono abre portas em Montemor-o-Novo

O Sleep & Nature Hotel, um “Hotel Rural Terapia do Sono”, classificado como Hotel Rural de 4 estrelas, vai abrir portas em Montemor-o-Novo a 30 de junho.

Viana do Alentejo junta artistas portugueses da olaria

Viana do Alentejo vai receber, a partir de hoje e durante duas semanas, uma residência artística que se dedicará à exploração de novas formas em olaria e à ilustração em cerâmica tradicional, culminando na primeira edição do Festival de Ilustração e Criatividade em Olaria (FICO), que decorrerá nos dias 1, 2 e 3 de julho, entre a Praça da República e o castelo.

Nova central fotovoltaica em Sines abastecerá 42 mil famílias

A empresa alemã RWE arrancou com a construção de uma central solar em Morgavel, Sines, que ocupará 100 hectares e deverá ficar pronta no próximo ano.

De acordo com o jornal Expresso, a construção está a cargo da Omexom Portugal e do grupo francês Vinci Energies, enquanto os trabalhos de instalação da subestação e da ligação à rede elétrica estão a cargo da empresa portuguesa CME.

O projeto, que terá uma capacidade instalada de 44 megawatts (MW), deverá começar a produzir energia em 2023 e irá gerar eletricidade suficiente para cobrir o consumo médio de 42 mil famílias.

Páginas