Está aqui

Ensino Superior

Santiago do Cacém atribui 40 bolsas para Ensino Superior

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém acabou de abrir concurso para atribuir 40 Bolsas de Estudo a estudantes do Ensino Superior para o ano letivo 2022/2023.

Em comunicado, a autarquia explica que, destas 40 bolsas, seis destinam-se a primeiras candidaturas, enquanto as restantes 34 se destinam a renovações.

Odemira quer criar polo do Politécnico de Beja

A Câmara Municipal de Odemira está a trabalhar em parceria com o Instituto Politécnico de Beja para a criação de um polo desta instituição de ensino superior no concelho.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da autarquia, Hélder Guerreiro, afirmou que o objetivo é “vir a ter uma oferta de ensino superior mais estruturada no território”, com a abertura de um polo do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) neste município do litoral alentejano.

IPBeja: candidaturas abertas para Reingresso e Mudança de Par Instituição/Curso

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) já está a aceitar candidaturas aos Concursos de Reingresso e de Mudança de Par Instituição/Curso.

De acordo com a Rádio Pax, a mudança de par Instituição/Curso pode ser pedida pelos estudantes que tenham feito (em ano letivo anterior àquele a que se refere o requerimento) matrícula e inscrição noutro par Instituição/Curso de licenciatura e que não o tenham terminado. Este concurso tem ainda outras condições que devem ser satisfeitas e que podem ser encontradas no seu regulamento.

Odemira atribui 76 bolsas de 95 mil euros a alunos do concelho

A Câmara Municipal de Odemira vai atribuir um total de 76 bolsas de estudo para alunos do concelho que frequentam o ensino superior, assim como três prémios de mérito para alunos do ensino secundário no ano letivo 2021/2022, no valor total de 95 mil euros.

Em comunicado, a autarquia explica que “aprovou a renovação de 42 bolsas de estudo a alunos que já frequentavam o ensino superior e a atribuição de 34 novas bolsas de estudo para alunos que iniciaram o seu percurso académico no presente ano letivo”.

Castro Verde tem 6 computadores portáteis para alunos do Ensino Superior

O projeto “Andorinhas Fazem Castro Verde” abriu as suas candidaturas para a atribuição de seis computadores portáteis a alunos do Ensino Superior, na sequência dos montantes angariados nos eventos que organizou entre maio e outubro de 2021.

Segundo o município de Castro Verde, “concluídos os processos de atribuição de Bolsas de Estudo por parte da Direção-Geral de Ensino Superior (DGES) e do município”, o projeto vai “agora proceder à seleção dos 6 estudantes a quem serão atribuídos os computadores, adquiridos na loja FC Informática, em Castro Verde”.

387 novos alunos colocados no Politécnico de Portalegre, 320 em Beja

Terminada a primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, conclui-se que no  Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) foram colocados 387 novos alunos, um número que demonstra crescimento face a 2020 (cerca de 350 alunos).

Com 585 vagas disponíveis - divididas nas quatro escolas que compõem o IPP - o curso mais concorrido o de Enfermagem seguido de  Gestão, Enfermagem Veterinária e Jornalismo e Comunicação.

Instituto Politécnico de Setúbal vai abrir escola superior em Sines

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) vai abrir uma escola de ensino superior em Sines, em colaboração com o município, para servir o litoral alentejano, região para onde estão já em curso, ou previstos para curto e médio prazo, investimentos de milhares de milhões de euros, adianta o jornal Público.

A parceria entre o IPS e o município de Sines é formalizada hoje, segunda-feira, na cidade alentejana e pretende colmatar a falta de ensino superior na zona do país que tem na calha os maiores projetos empresariais.

Ourique investe 30 mil euros em bolsas de estudo do Ensino Superior

A Câmara Municipal de Ourique acaba de validar 30 das 36 candidaturas às Bolsas de Estudo do Ensino Superior submetidas a apreciação, num investimento total de 30 mil euros.

Em comunicado, a autarquia refere que a validação das candidaturas se prendeu pelo facto de “preencherem os requisitos de atribuição nos termos do Regulamento Municipal de atribuição de Bolsas de Estudo”. Além disso, as bolsas “correspondem a um valor mensal de 100,00 euros (por aluno) durante os 10 meses do ano letivo 2020/2021”, totalizando um investimento municipal de 30 mil euros.

Sines está a apoiar estudantes do ensino superior com bolsas de estudo

A Câmara Municipal de Sines apoia os alunos do concelho que estudam no ensino superior através da atribuição de bolsas de estudo. De acordo com a lista provisória para atribuição das bolsas, aprovada ontem em reunião de Câmara, o apoio vai chegar no ano letivo 2019/2020 a, pelo menos, 75 alunos de Sines que frequentam licenciaturas.

Alcácer do Sal abre candidaturas para 20 bolsas a estudantes do superior

A Câmara Municipal de Alcácer do Sal vai atribuir 20 bolsas de estudo para estudantes do ensino superior no presente ano letivo.

Páginas