Política Nacional

Covid 19 e o Natal: o que muda no Alentejo

A renovação do Estado de Emergência foi aprovada na sexta-feira, com os votos a favor de PS, PSD e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues; PCP, PEV, Chega e Iniciativa Liberal votaram contra e Bloco de Esquerda, PAN, CDS e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira abstiveram-se.

No decurso desta aprovação, foram ontem apresentadas pelo Primeiro Ministro as medidas de restrição para esta época festiva e que engloba o Natal e Passagem de Ano.

Aberto o recrutamento de mais 2000 polícias

O despacho do Ministro da Administração Interna (MAI), já publicado em Diário da República, autoriza o recrutamento de 803 candidatos para frequência do Curso de Formação de Agentes da PSP de 2020.

O mesmo despacho determina à Polícia de Segurança Pública (PSP) a imediata abertura de uma nova reserva de recrutamento visando a admissão de até 1.200 candidatos/as para cursos a iniciar em 2021.

Projeto de hidrogénio verde de Sines pretende abastecer hub de Roterdão

O CEO da EDP Inovação, António Vidigal, afirmou que “o projeto de produção de hidrogénio verde em Sines foi pensado com o objetivo de poder ser um dos fornecedores de energia ao hub de hidrogénio de Roterdão”, adianta o Jornal Económico.

O empresário falava na apresentação “Green Hydrogen: The next revolution in the energy sector” efetuada esta quinta-feira na área de Masterclasses da Web Summit 2020.

Comissão Europeia critica falta de ambição no projeto de hidrogénio em Sines

Christian Weinberger, da Direção Geral da Comissão Europeia para o Mercado Interno, Indústria, Empreendedorismo e PME, criticou a falta de ambição das metas para a produção de hidrogénio verde em Sines, afirmando que “100 MW até 2025 não é nada, assim vão perder o momento”.

Ídolos arqueológicos alentejanos integram exposição a estrear em 2021

Uma exposição dedicada às representações humanas criadas há 5.000 anos pelos povos do sul da Península Ibérica, denominadas ídolos, está a ser preparada pelo Museu Nacional de Arqueologia (MNA), em Lisboa, para ser inaugurada em 2021.

Deputados aprovam audições sobre destruição de sítios arqueológicos no Alentejo

Os deputados aprovaram esta quarta-feira um requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para ouvir especialistas em Arqueologia, sindicato e associações do setor, sobre “situações de abandono e destruição” de vestígios arqueológicos no Alentejo, avança a Lusa.

Administração Interna hoje no Alentejo para discutir segurança

O ex-director do Serviço de Informações e Segurança e agora Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, reúne-se hoje com a Presidente da Câmara Municipal de Mourão, Maria Clara Safara, para discutir temas relacionados com a segurança no município de Mourão. O encontro acontece às 11h00.

Às 16h00 Antero Luís, reúne-se, por videoconferência, com o Presidente da Câmara Municipal de Serpa, Tomé Pires, para um ponto de situação sobre o Contrato Local de Segurança (CLS) assinado com este município.

 

Imagem de capa do I

 

 

Deputados alentejanos questionam Governo sobre a falta de médicos no Baixo Alentejo

Os deputados socialistas Pedro do Carmo e Telma Guerreiro, eleitos por Beja, questionaram o governo sobre que medidas pretende o governo adotar para combater o problema da falta de médicos especialistas em Saúde pública na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

Autarquias reúnem-se com Governo para auscultar necessidades no combate à covid-19

A ministra que tutela as autarquias, Alexandra Leitão, vai iniciar uma ronda de reuniões com as 21 Comunidades Intermunicipais (CIM) e as duas Áreas Metropolitanas (AM), começando com a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, para fazer um levantamento das necessidades das autarquias no combate à pandemia.

De acordo com a Lusa, estas reuniões decorrem por videoconferência até 18 de dezembro e pretendem fazer um balanço das medidas legislativas aprovadas “com o objetivo de apoiar as autarquias locais e de agilizar as respostas ao nível local”.

Aumento da vindima no Alentejo e Lisboa não compensa perdas do país

O Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) estima uma queda de 3% na produção de vinho nacional neste ano, adianta o Diário de Notícias. Estes dados mostram, contudo, que há mais regiões com menos vinho nesta vindima do que o que se esperava inicialmente e que, nas poucas em que cresce, o aumento é mais significativo do que o previsto.

Páginas