13 Outubro 2018      14:41

Está aqui

Fecho de estações dos CTT em Évora revolta PCP

O PCP insurgiu-se contra o encerramento de cinco estações dos CTT no distrito de Évora e que na sua opinião causará problemas graves às populações.

Pela voz do seu deputado pelo distrito, João Oliveira, o PCP exige a intervenção do Governo contra o fecho das estações dos CTT de Viana do Alentejo, Mora, Cabeção, Redondo e Arraiolos.

Em declarações à Lusa, o também líder parlamentar comunista disse que esta ação vem dar razão aos que consideram que a privatização dos CTT – feita pelo overno anterior - foi uma tragédia e que a inércia do governo face à situação não é melhor.

Foi ainda criticado o mau funcionamento dos Correios em Évora  com reduções de horários e aumentos de preços que têm tido reflexo e impacto no serviço de imprensa, decorrendo, na opinião dos comunistas, do facto de, após a privatização, os CTT se terem transformado numa “empresa privada preocupada com os lucros e não com o serviço postal" encerrando todas as estações onde não há lucro e esquecendo as populações do interior que ficam prejudicadas.

O deputado alentejano considerou ainda que o serviço postal é um instrumento de coesão territorial e social, e que o Governo, além de impedir estes encerramentos, deve reassumir o controlo dos CTT.

Também a Câmara de Arraiolos – liderada pela CDU - se manifestou contra este eventual encerramento dos CTT na vila e fez as mesmas exigências ao Governo.

 

 

Imagem de iol.pt/multimedia/oratvi

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.