Está aqui

Artigos publicados

NET VIVA E SEGURA CHEGARÁ A ÉVORA EM JANEIRO

Pela mão da DECO – Defesa do Consumidor e com o apoio da Google Portugal, a iniciativa Net Viva e Segura, vai chegar a Évora.

AFINAL QUEM ORDENA MAIS EM GRÂNDOLA?

Em Grândola, um grupo de cidadãos quer impedir que a Câmara Municipal ponha em prática o projeto de demolição da Casa Barahona, onde tem funcionado a Biblioteca Municipal. É um edifício que data do final do século XIX e é considerado emblemático em Grândola, no entanto, não está classificado como património municipal nem cultural.

A polémica de agora teve início em 2011 quando a autarquia, então PS, lançou o concurso para requalificação da Biblioteca Municipal que se queria mais moderno e adaptada ao futuro, prevendo a demolição parcial ou total do atual edifício.

ESTREMOZ EXPÕE PRESÉPIOS ARTESANAIS LOCAIS

Surgiram pela mão de artesãos locais os 20 presépios – feitos nos mais variados materiais –  que estarão expostos em Estremoz, na Galeria Municipal D. Dinis, até dia 5 de janeiro.

Pelo 11º ano, a exposição "Presépios de Artesãos de Estremoz", nesta mostra referência de presépios à a destacar os feitos em barro, os típicos “Bonecos de Estremoz” e que em breve -de 4 a 9 de dezembro – se espera possam ser considerados mais um Património Cultural Imaterial da Humanidade do Alentejo pela UNESCO.

O QUE É O ELITISMO NA CULTURA?

“O que é o Elitismo na Cultura?” é um tema de debate será retomado no próximo dia 21 de novembro, terça-feira, às 18h30.

Com novos convidados, face aos debates anteriores, o debate – promovido pela Acesso Cultura de 2017 - decorrerá com entrada livre em quatr: Évora, Faro, Lisboa, Porto.

PORTALEGRE: DOENTES ONCOLÓGICOS CRUZAM OLHARES E EXPERIÊNCIAS

Decorrerá no próximo dia 25 de novembro, em Portalegre, um evento que procura reunir para troca de experiências utentes da Unidade de Oncologia Médica do Hospital Doutor José Maria Grande, em Portalegre.

O ”Olhares Cruzados”, decorrerá no auditório da ESTG – Escola Superior de Tecnologia e Gestão e inclui momentos musicais – com o grupo de cante alentejano “Os Lagóias” e o Grupo “CAEP Voices” cuja atuação visa Celebrar a Vida - debates, palestras, workshops, entre outros. Um dos momentos será o “Mitos e Impactos” que se debruçará sobre a nutrição na pessoa oncológica.

ALENTEJO: AMBIENTALISTAS QUEREM PÔR TRAVÃO AOS EUCALIPTOS

A associação ambientalista Acréscimo - Associação de Promoção ao Investimento Florestal exige a delimitação das áreas de eucaliptos e considera mesmo inaceitável que existam ainda prof - planos regionais de ordenamento florestal que proponham o aumento da área de eucaliptal.

O Alentejo é uma das regiões que em causa e cujo PROF prevê o aumento da área de eucaliptal, tal como o PROF de Lisboa e Vale do Tejo.

ORIENTAÇÃO - FINAL DO CAMPEONATO NO ALENTEJO

A localidade alentejana de Mora vai receber o XXVII Troféu de Orientação do Clube Português de Orientação e Corrida. A prova terá lugar na Mata Nacional de Cabeção - área classificada Rede Natura 2000 - no dia 1 de dezembro, e, nos seguintes dias, na Herdade da Casa Branca.

A prova conta ainda com uma vertente mais “amadora” e aberta à participação de todos os interessados, o Escalão Open.

PROFISSIONAIS DO TURISMO BRITÂNICOS ESCOLHEM O ALENTEJO

Serão cerca de 150 os profissionais britânicos do turismo que vão estar Alentejo, de 23 a 26 de novembro, para participar na Conferência Internacional da AITO - Associação de Operadores Turísticos Independentes do Reino Unido.

Derek Moore, secretário-geral da AITO, já explicou o porquê da escolha de Évora e do Alentejo para a realização do evento, referindo que se deveu ao facto de ser ainda um destino relevante, mas ainda relativamente desconhecido para a maioria, o que representará uma agradável surpresa a quem ainda não conhece.

A GUERRA DO FOGO – O DEBATE NACIONAL FAZ-SE EM ESTREMOZ

Portugal continental é um território de grande densidade florestal, e os incêndios florestais são sempre um dos riscos mais sérios para a integridade territorial e também para a segurança dos cidadãos.

Este ano de 2017 tem sido um ano negro no que a incêndios diz respeito: em dez meses arderam 418.000 hectares de floresta, ou seja, 4,5 por cento do território nacional, e houve lugar também a perda de dezenas de vidas humanas. Na hora de combater este flagelo, a Ciência pode ter algumas soluções e pode ajudar a garantir o reequilíbrio da floresta e a sua sustentabilidade.

ODEMIRA SÓ VÊ MEDRONHO

Vem aí uma semana em que Odemira, e por quem lá passar, só vai ver medronho, pois inicia-se dia 20 a “Semana Gastronómica de Odemira” e a estrela será o medronho.

Até dia 26 de novembro, vai poder provar diversos pratos ou petiscos e sobremesas com medronho nos diversos restaurantes.

Páginas