Está aqui

Museu Berardo Estremoz

Estremoz volta a promover “Bota Solidária” para um Natal mais feliz

O projeto “Bota Solidária” está de regresso a Estremoz para tornar o Natal das crianças mais feliz.

No âmbito desta iniciativa, que alia a cultura à solidariedade, vai ser possível visitar, entre 15 de novembro e 18 de dezembro, o Museu Berardo de forma gratuita. Para isso, basta levar um brinquedo e decorar uma bota solidária com os materiais que estarão à disposição. Depois, a bota, que simboliza este ato de solidariedade, deverá ser colocada na árvore de Natal que vai estar no Museu até ao mês de janeiro. 

Museu Berardo promove uma conversa sobre vinho com fado

O Museu Berardo Estremoz vai receber, na próxima sexta-feira, às 21:30, uma iniciativa que inclui uma conversa sobre vinho com fado.

De acordo com a agência Lusa, a informação é avançada pela Câmara Municipal de Estremoz, que adianta que vão participar no evento o historiador José Calado, a fadista Gisélia Silva e o guitarrista David Ferreira.

Segundo o município, num espetáculo “diferente, intimista, mas interativo”, com entrada gratuita, José Calado conta a história e as curiosidades do vinho alentejano, fazendo pausas para dar lugar ao fado.

 

Museu Berardo Estremoz: uma herança cultural

Por Joana Casca

 

Localizado no centro de Estremoz, junto ao jardim municipal, o Museu Berardo, instalado no Palácio Tocha, apresenta aquela que é considerada a maior e mais importante coleção privada de azulejos de Portugal. Exclusivamente dedicado à azulejaria, expõe uma herança deixada pela cultura islâmica, que desempenhou um papel significativo na expressão artística portuguesa ao longo dos séculos. 

Alentejo é “fuga idílica” em destaque na revista Time

A revista internacional Time acaba de publicar uma lista com 52 locais escolhidos pelos seus jornalistas e colaboradores, onde está incluída a região do Alentejo.

Sob o mote “Os 52 melhores lugares do mundo em 2022”, a lista da Time nomeia o Alentejo como “fuga idílica” e a Madeira como a joia dos “trópicos europeus”.

De acordo com a publicação, o Alentejo é a região “reclinada entre Lisboa e o Algarve”, “mais rural e menos povoada” do país, estando “pontilhada por vilas pitorescas separadas por sobrais e olivais”.

Mais de 10 mil visitantes já passaram pelo Museu Berardo Estremoz

O Museu Berardo Estremoz, que alberga a “maior e mais importante” coleção privada de azulejos de Portugal, já recebeu mais de 10 mil visitantes desde a sua abertura, em 25 de julho, avança a Câmara Municipal de Estremoz à Lusa.

Em comunicado, o município refere que, “aberto há pouco mais de um mês, com entrada gratuita, o Museu do Azulejo já recebeu milhares de visitantes, sendo portugueses mais de 90%, números que surpreendem, uma vez que nos encontramos em tempos de pandemia”.

Abre hoje, em Estremoz, o Museu Berardo dedicado ao azulejo

O Museu Berardo Estremoz vai abrir este sábado com a exposição inaugural “800 Anos de História do Azulejo”, que pode ser visitada com entrada gratuita a partir de domingo até ao final de agosto, avança a agência Lusa.

De acordo com os promotores, a coleção do museu é composta por conjuntos azulejares ´in situ´, património integrado na Quinta e Palácio da Bacalhôa (Azeitão) e no Palácio Tocha (Estremoz), e por mais de 4.500 exemplares móveis datados do século XIII ao século XXI, que permite “percorrer a secular história do azulejo”.

Dívida de quase mil milhões não impede Berardo de abrir dois museus em Estremoz

O facto facto de dever 980 milhões de euros aos bancos não impede Joe Berardo de preparar-se para abrir dois museus em Estremoz, um para uma colecção de azulejaria e outro de arte africana.

ESTREMOZ: MUSEU BERARDO INSTALADO EM PALÁCIO SETECENTISTA

Cerca de 1500 painéis da colecção de azulejos desde o século XV, peças das colecções Arte Deco; Arte Nova, Arte Africana, Arte Shona, figuras em Terracota, cerâmica Bordalo Pinheiro, Arte Latino Americana, Arte Moderna e Contemporânea, coleção Erich Kahn, posters e cartazes, coleção Ernesto de Sousa e Arte Indiana, vão integrar o novo Museu Berardo em Estremoz, no Alentejo Central, que vai ficar instalado no Palácio dos Henriques (Tocha), propriedade do próprio Joe Berardo, junto ao jardim municipal e que vai ser integralmente recuperado.