Está aqui

Mora

Covid-19: Mora criou centro de apoio com 44 camas

Devido aos efeitos do Covid-19, a Câmara Municipal de Mora criou um centro de apoio, com 44 camas, e que servirá de apoio e alojamento aos bombeiros voluntários locais e à proteção civil.

Das 44 camas deste centro - instalado na casa do povo da localidade - 30 foram cedidas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE); as outras 14 são pelos Bombeiros Voluntários de Mora.

Mora arranca hoje com "vasta acção de desinfecção" do espaço público

A Câmara Municipal de Mora arrancou hoje, 24 de março, com "uma vasta acção de desinfecção" das principais ruas do Concelho de Mora, incluindo as zonas consideradas de maior afluência e, por isso, de maior utilização por parte de toda a população.

Aquele município alentejano pede distância das pessoas "enquanto os trabalhos estejam a decorrer, bem como se aguarde que as zonas intervencionadas sequem devidamente, para que possam ser utilizadas em segurança".

As Sortes de Cabeção, quem sabe o que são?

Uma velha tradição, que nasceu mais ou menos pela mesma altura em que foi criado o serviço militar obrigatório, punha os jovens mancebos de Cabeção, em Mora, a desfilar pela vila, atraindo a atenção para si com pandeiretas enfeitadas de cetim e um acordeão, à espera que lhes calhasse a melhor "sorte". Dois ou mais deles transportavam uma vara, onde eram penduradas as tais "sortes".

Este ritual acontecia sempre por alturas do carnaval, entre a sexta e a quarta-feira seguinte e podia durar o dia inteiro.

Não há migas como as de Mora

Já o dissemos o ano passado e voltamos a defender. Não há migas como as de Mora.

Acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, por vezes de figos ou uvas, as migas são um dos pratos mais emblemáticos do Alentejo, eventualmente criadas por pastores e que podem ser de pão, de batata, espargos ou coentros. E agora é tempo delas, particularmente em Mora, que lhe dedica um mês inteiro, em jeito de festival e para atrair à vila alentejana sobretudo "forasteiros", como refere a autarquia, que as dinamiza.

Vem aí um mês cheio de Migas

Se é apreciador de comida alentejana, já saberá que fevereiro é o mês das Migas em Mora e este ano não será exceção.

Durante todo o mês, em 11 restaurantes do concelho, as migas vão o prato principal e em destaque. De tomate, de espargos, de batata, de bacalhau…. Não faltarão as tradicionais e outras mais inovadoras.

O “Mês das Migas” é marco anual em Mora – esta é já a sétima edição - é uma iniciativa da câmara municipal em colaboração com restaurantes locais e que visa a gastronomia regional e a atrair visitantes.

 

Imagem de e-konomista.pt

Produção de tomate no Alentejo foi uma das melhores de sempre

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística apontam para uma produção superior a 1,4 milhões de toneladas de tomate o que coloca o índice de produtividade por hectar extraordinário. A unidade de produção de tomate Conesa Portugal localizada em Mora (antiga Sopragol) já previa uma produção de tomate acima das melhores expectativas mas condições climatéricas "excepcionais" fizeram superar ainda mais os números de produção.

A campanha de tomate deste ano em todo o País teve uma produtividade média a rondar as 95 toneladas por hectare.

Uma centena de veículos em protesto contra a degradação das estradas no Alentejo

A organização do protesto que decorreu ontem em marcha lenta coube municípios de Barrancos, Vidigueira, Moura e Mourão e juntou cerca de 100 veículos que exigiram "melhores acessibilidades" naqueles quatro concelhos alentejanos.

A maior feira de pesca desportiva do país abre esta sexta-feira em Mora

A MoraPesca é hoje considerada pela organização e por muitos participantes e expositores como a maior feira do país dedicada à pesca desportiva. Esta feira de especialidade tem crescido anualmente e conta este ano com mais de 3 dezenas de expositores portugueses e espanhóis e um total de 200 stands, que apresentam as mais recentes tecnologias da pesca desportiva. O crescimento da feira é tão relevante que o presidente da Câmara, Luís Simão, fala já na necessidade de repensar o espaço.

Maior feira de pesca do país acontece em março, em Mora

Já o escrevemos aqui, que não é um exagero dizer que se trata do maior certame de pesca de todo o país. Falamos da Mora Pesca, a maior feira de artigos de pesca realizada em Portugal, que vai para a XVII edição.

Esta feira de especialidade tem crescido anualmente e conta este ano com mais de 3 dezenas de expositores portugueses e espanhóis, que apresentam as mais recentes tecnologias da pesca desportiva. O crescimento da feira é tão relevante que o presidente da Câmara, Luís Simão, fala já na necessidade de repensar o espaço.

Não há migas como em Mora

Acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, por vezes de figos ou uvas, as migas são um dos pratos mais emblemáticos do Alentejo, eventualmente criadas por pastores e que podem ser de pão, de batata, espargos ou coentros. E agora é tempo delas, particularmente em Mora, que lhe dedica um mês inteiro, em jeito de festival e para atrair à vila alentejana sobretudo "forasteiros", como refere amistosamente a autarquia, que as dinamiza.

Páginas