Está aqui

Mora

Mora: regressa o “Mês das Migas”

É habitualmente em fevereiro, mas este ano, excecionalmente e devido ao contexto pandémico, vai realizar-se em maio o já tradicional “Mês das Migas”, em Mora.

Esta será a 8ª edição do evento gastronómico e que torna as migas rainhas das mesas dos restaurantes do concelho aderentes, não faltando variedade para todos os gostos, quer sejam acompanhadas com carne de porco frita, toucinho, entrecosto, peixe, figos ou uvas, as migas - um dos pratos mais emblemáticos do Alentejo, e que supõe criado por pastores - podem ser de pão, de batata, espargos, de tomate ou coentros.

Ministras da Saúde e da Segurança Social em Mora para acompanhar vacinação

A Ministra da Saúde, Marta Temido, e a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, vão estar, na manhã de hoje, quarta-feira, em Mora, para acompanhar a campanha de vacinação à covid-19, na Unidade de Cuidados Continuados de Mora.

De acordo com a Renascença, Mourão e Mora são os municípios portugueses com maior incidência cumulativa de infeção pelo novo coronavírus. Assim, as governantes vão poder avaliar as necessidades de intervenção e de apoio nos surtos com que se debate o concelho de Mora.

Cabeção: como a Marinha ajudou no combate às pragas florestais

A Associação dos Amigos da Natureza de Cabeção recebeu a ajuda da Arinha Portuguesa para combater as pragas florestais na Mata Nacional de Cabeção.

Este contributo da Marinha baseou-se na cedência de um conjunto significativo de caixas de madeira. À primeira vista, parece não haver enquadramento lógico, mas estas caixas, após umas pequenas transformações, irão servir para a construção de ninhos no âmbito do Projeto Chapim, abrigando assim estas aves insetívoras na Mata Nacional de Cabeção.

Mora: Fluviário e Museu do Megalitismo reabrem para a semana

O Fluviário de Mora, o Museu Interativo do Megalitismo e a Casa Museu Manuel Ribeiro em Pavia, vão abrir já na próxima semana, indicou a autarquia local.

Dia 22 de junho, estes três polos de atração turística do concelho alentejano vão reabrir ao público no cumprimento das medidas impostas pela pandemia da Covid-19.

Pavia vai ter pista de atletismo

O anúncio foi feito, esta semana, pela Câmara de Mora: vão iniciar as obras de construção de uma nova pista de atletismo na localidade de Pavia.

Esta estrutura representa um investimento municipal de 175 mil euros e, junto ao campo de futebol de Pavia, já foram iniciados os trabalhos de movimentação de terras para a nova pista de Atletismo de Pavia e que se prevê esteja terminada em outubro ou novembro.

Apicultores alentejanos "caçam" vespa asiática com vinho e cerveja

A Associação de Apicultores do Concelho de Mora está preocupada com a progressão da Vespa Asiática no território alentejano e dos seus ataques aos apiários e resolveu ripostar com uma campanha de montagem de armadilhas, para retardar a progressão deste insecto predador.

Covid-19: Mora criou centro de apoio com 44 camas

Devido aos efeitos do Covid-19, a Câmara Municipal de Mora criou um centro de apoio, com 44 camas, e que servirá de apoio e alojamento aos bombeiros voluntários locais e à proteção civil.

Das 44 camas deste centro - instalado na casa do povo da localidade - 30 foram cedidas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE); as outras 14 são pelos Bombeiros Voluntários de Mora.

Mora arranca hoje com "vasta acção de desinfecção" do espaço público

A Câmara Municipal de Mora arrancou hoje, 24 de março, com "uma vasta acção de desinfecção" das principais ruas do Concelho de Mora, incluindo as zonas consideradas de maior afluência e, por isso, de maior utilização por parte de toda a população.

Aquele município alentejano pede distância das pessoas "enquanto os trabalhos estejam a decorrer, bem como se aguarde que as zonas intervencionadas sequem devidamente, para que possam ser utilizadas em segurança".

As Sortes de Cabeção, quem sabe o que são?

Uma velha tradição, que nasceu mais ou menos pela mesma altura em que foi criado o serviço militar obrigatório, punha os jovens mancebos de Cabeção, em Mora, a desfilar pela vila, atraindo a atenção para si com pandeiretas enfeitadas de cetim e um acordeão, à espera que lhes calhasse a melhor "sorte". Dois ou mais deles transportavam uma vara, onde eram penduradas as tais "sortes".

Este ritual acontecia sempre por alturas do carnaval, entre a sexta e a quarta-feira seguinte e podia durar o dia inteiro.

Não há migas como as de Mora

Já o dissemos o ano passado e voltamos a defender. Não há migas como as de Mora.

Acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, por vezes de figos ou uvas, as migas são um dos pratos mais emblemáticos do Alentejo, eventualmente criadas por pastores e que podem ser de pão, de batata, espargos ou coentros. E agora é tempo delas, particularmente em Mora, que lhe dedica um mês inteiro, em jeito de festival e para atrair à vila alentejana sobretudo "forasteiros", como refere a autarquia, que as dinamiza.

Páginas