Está aqui

Sociedade

Moura, Beja e Elvas: 93 mil euros para integração de comunidades ciganas

O programa para integração de comunidades ciganas e que quer reforçar a participação das pessoas ciganas na tomada de decisões locais contará com um financiamento de 93 mil euros; envolve cerca de 100 pessoas das comunidades cigana de Moura, Beja e Elvas, além de Figueira da Foz, Torres Vedras, Barcelos e Seixal, onde serão criados grupos ativos de interação.

V. A investigação

Na esquadra, os dois investigadores começaram a juntar as peças do puzzle. O caminho que tal investigação seguiria ainda não era muito claro. Aparentemente não havia sinal de crime, aparentemente, a vítima morrera sozinha, no meio daquela rua, sem que essa morte fosse causada por terceiros. Após os dias em coma, vivendo imagens num subconsciente que nunca poderia reportar, os órgãos vitais do falecido decidiram parar e as máquinas que os mantinham foram desligadas. Não foi o primeiro caso, não será o último.

IV. O dia seguinte

O dia seguinte à morte de Amaro amanheceu menos frio do que os dias anteriores. A neve e o gelo que se instalara naquela cidade começou a desaparecer. Tal como o calor do corpo de Amaro que se diluiu com o seu último sopro, as ruas também se começaram a libertar do fogo fátuo.

Viana do Alentejo mantém IMI no mínimo

A Câmara de Viana do Alentejo decidiu manter a taxa mínima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para 2019, nos mínimos, continuando fixada em 0,3%.

A par desta percentagem, o município mantêm também os descontos no imposto a pagar para os agregados familiares com filhos, sendo a redução de 20 euros para famílias com um filho, de 40 euros para as que têm dois e de 70 euros para as que têm três ou mais filhos.

As microempresas com um volume de negócios inferior a 150 mil euros por ano estão isentas de derrama.

III. O outro lado da porta

Amaro fez a barba com uma máquina usada e enferrujada que usava uma vez por semana. Os pelos tinham-se tornado demasiado resistentes àquela velha máquina. Deixou-lhe a cara marcada de feridas e áreas em que os pelos teimaram em ficar. Ficaria um pouco melhor do que aquilo que estava antes. Pousou a máquina em cima do lavatório e não mais se lembrou dela. Amaro tivera sempre uma relação sempre complicada com a casa de banho. Apesar de ser o sítio em que estava na intimidade consigo mesmo, em que deixava sair a imensidão de dores e a imundice.

“Dos montes para a vila” abre Ciclo de Colóquios em Avis

Avis vai ter um ciclo de colóquios, os “Colóquios no Convento - A História de…” – mensalmente e até julho - e que trará à vila alentejana vários especialistas.

Já no dia 12 de janeiro, pelas 16h, no Auditório do Centro Interpretativo da Ordem de Avis (CIOA), no Convento de S. Bento, decorrerá o primeiro: “Dos nossos avós e a transição da vida para os montes e para as vilas”, com a participação da Professora Doutora Maria Antónia Pires de Almeida, do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Universitário de Lisboa.

Nisa garante transporte social e une as suas freguesias

Terá início amanhã, dia 7, o projeto da Câmara Municipal de Nisa e que garantirá o acesso aos transportes a toda a população.

Sob o nome de “Transporte Social”, os principais beneficiários serão os residentes nas freguesias rurais do concelho que verão assim melhoradas as acessibilidades entre as freguesias rurais e a sede do concelho.

A autarquia garante que este é um projeto pioneiro na área da mobilidade e transporte e garantirá uma alternativa válida e suplementar de transporte social aos munícipes das freguesias afastadas da sede de concelho.

I. O início

No meio de um suspiro sôfrego, meio desencantado com a situação que se tinha instalado, Amaro levantou-se do colchão duro que o incomodava ostensivamente e inclinou-se na cama.

Beja com mais um parque de estacionamento e parquímetros com horário reduzido

Foi submetida, este mês, uma nova candidatura da autarquia de Beja para a construção de um novo parque de estacionamento, junto à Estação Ferroviária.

Orçado em 88.614 euros - cofinanciado pelo Programa Operacional Regional Alentejo 2020 – e de acordo com o executivo liderado por Paulo Arsénio, este parque vai facilitar a vida a todos os que utilizam a estação ferroviária da cidade e é de muita importância na mobilidade da população residente e dos visitantes, dada a sua localização, muito próxima de vias diretas ao centro da cidade.

Serpa e a UNESCO desafiam: “O que é a felicidade?”

Há uma pergunta simples e de resposta complexa que é a base da iniciativa que junta Serpa à UNESCO: “O que é a felicidade?”

Foi para encontrar respostas que a Biblioteca Municipal Abade Correia da Serra, em Serpa, se associou a um concurso promovido pela Rede das Bibliotecas da Comissão Nacional da UNESCO para a realização de um cartaz alusivo ao tema “O que é a felicidade?”.

Páginas