Está aqui

Natal

26 de dezembro? Hoje é o “Boxing Day” – sabe o que é?

É uma tradição dos países anglófonos e que remonta à Idade Média e que, até aos dias de hoje tem sofrido algumas alterações.

“Boxing Day” é o dia depois do natal, o 26 de dezembro, e deve-se originalmente à entrega de presentes às classes mais baixas por parte da elite. Esses presentes, ou doações, eram colocadas na tradicional “Christmas box” (caixa de Natal) e daí surge o nome do dia.

Há verdades no mito da Excalibur, a espada mágica

Faz parte do imaginário de todos nós as histórias aventuras da espada que estava presa numa pedra, do Rei Artur e dos cavaleiros da Távola Redonda.

Acontece que, também aqui, a realidade se mistura com a ficção.

Toda esta lenda que inspirou o mito do Rei Artur terá começado no Natal de 1180, numa pequena aldeia da Toscana, em Itália. Desde então, muitas têm sido as histórias conhecidas sobre “Excalibur”, a espada cravada na pedra e que deu origem a uma enorme panóplia de contos, histórias e lendas em redor de Rei Artur e dos Cavaleiros da Távola Redonda.

Chegou o Natal… houve discussão como sempre e há 4 razões para isso

Finalmente, o Natal, a época do amor, da família, das discussões…

Sendo honestos, é quase impossível existir uma refeição em família, ver televisão ou manter uma conversa durante esta época festiva sem que exista uma discussão entre familiares, mesmo evitando os temas quentes como a política ou o futebol.

1914: Quando o Natal parou a guerra e se jogou futebol

Em plena Primeira Guerra Mundial, em dezembro de 1914, o espírito do Natal, do Humano, por uns dias, levou a melhor sobre a guerra, sobre as diferenças e, nas trincheiras, a guerra parou para dar lugar à comemoração do Natal. Em dezembro de 1914, suspendeu-se a guerra por umas horas e os soldados de ambos os lados das trincheiras voltaram a ser apenas civis.

Natal, vinho especial… porque é que não compra uma garrafa de litro?

Hoje é véspera de Natal, uma ocasião especial, um jantar especial pede um vinho especial e os apreciadores já terão feito as suas escolhas. Depois de escolhido o néctar, surge a dúvida da quantidade, quantas garrafas?

Dirão os apreciadores que vinho é vinho e a qualidade está acima de tudo, que não importa em que quantidade ou o formato da garrafa, mas nunca se perguntou porque é que as garrafas de vinho não são de litro?

Ao longo dos tempos, as garrafas de vinho já conheceram inúmeros formatos, inúmeras capacidades, e variam até consoante o tipo de vinho, ou o país.

Comerciantes prevêem ano mau nas vendas de natal em Évora

A Associação Comercial do Distrito de Évora (ACDE) responsabiliza a falta de animação natalícia nas ruas de Évora pela segunda quebra das vendas no comércio tradicional, mais baixa ainda que a de 2018. Segundo Inácio Fernandes, presidente da ACDE, a perspetiva dos lojistas é "negativa" a poucos dias do natal. Inácio Fernandes defende que a expetativa dos comerciantes era mais alta mas os resultados estão a comprovar um ano de quebra nas vendas, pior que o ano passado.

Autarquia de Vendas Novas ofereceu "um natal melhor" a 163 famílias carenciadas

A autarquia de Vendas Novas, no Alentejo Central, entregou esta semana a 168 famílias carenciadas os vales "Natal Solidário", uma medida que visa ajudar famílias em dificuldades a passar "uma quadra mais afortunada em bens alimentares", esclarece Luís Dias, presidente daquele município.

Os vales podem ser levantados num supermercado local e contemplam a oferta de produtos de primeira necessidade e de consumo na época natalícia como azeite, arroz, açúcar, farinha, queijo, enlatados, massas, leite, fruta, bolos secos e bacalhau. Cada beneficiário recebeu ainda um Bolo-Rei.

O meu Natal

O cheiro a rabanadas nada dentro do meu nariz suavemente. As músicas de Natal, entoam na minha mente, acalmando-me. Sou facilmente embrulhada no calor transmitido pela lareira. A manta amarela da minha avó, agarra-me fortemente, como se fosse ela a dar um abraço. As luzes da árvore brilham tão agressivamente que chegam a fazer reflexo nas minhas lentes dos óculos.

Lanço um suspiro.

É  Natal.

Não há nada mais Natal que isto.

Este Natal seja Catarina e sinta o poder

Disse o líder da igreja católica, o papa Francisco, “Estamos perto do Natal: haverá luzes, festas, árvores iluminadas, presépios… mas é uma farsa. O mundo continua a fazer as guerras. Não escolheu o caminho da paz.”

Gosto do Natal. As cores, os sons e até os cheiros do Natal despertam sentimentos de positivo e de fraternidade numa sociedade cada vez mais macambúzia. As pessoas saem à rua e disfrutam, em muitas localidades, da cor e das tradicionais músicas da época. A solidariedade cresce, as pessoas lembram-se que são humanas e são-no mais.

Um desafio de Natal

Carla Santos lança o desafio: qual o valor das bolas amarelas?
Aceita?

Páginas