Está aqui

Investimento

3 M/€ para requalificar estradas de Beja

A Câmara Municipal de Beja considera que algumas estradas do concelho estão num “estado deplorável” e vai investir com cerca de 1 milhão de euros, só em matéria-prima, para a requalificação das mesmas, num investimento total que rondará os 3 milhões de euros.

Este investimento - em 19 estradas do concelho - será feito sem financiamento comunitário e as intervenções durarão cerca de dois anos.

O plano de intervenção será anunciado em breve.

 

Imagem de vozdaplanicie.pt

 

Ferrovia no Alentejo: o que falta resolver

Recentemente foi lançado o concurso para a construção da ferrovia entre Évora e Elvas e o início da obra entre Elvas e Caia. Contudo, prevalece uma forte incerteza no que respeita às paragens dos comboios de mercadorias no distrito de Évora, mas também relativo ao processo de expropriações.

Castelo de Vide: o maior investimento da história do concelho

Será o maior o maior investimento privado da história do concelho de Castelo de Vide: 20 milhões para a construção de uma central fotovoltaica, com uma potência instalada de 24MW.

Este projeto da EXUS Management Partners Portugal – a implantar na freguesia de São João Batista – já tem a autorização necessária e prevê a instalação de mais de setenta e seis mil painéis solares, numa área de aproximadamente 60 hectares.

Os riscos da euforia

Como é evidente temos que estar satisfeitos ao ver a economia portuguesa a crescer. Isso é bom sinal e é muito positivo para todos.

No entanto, considero muito estranho não haver referências aos recordes históricos mais baixos da Poupança. Valores na ordem dos 4%. Uma matéria extremamente séria que uma atenção especial. Parece que este assunto não interessa a ninguém!

Porque é que não há preocupações nem referências a esta matéria? Pergunto se isso não preocupa os portugueses?

O GOVERNO NÃO APOSTA NAS INFRAESTRUTURAS CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS DO ALENTEJO

É fundamental que o Governo adote medidas que permitam a abertura de avisos de concursos para a apresentação de candidaturas à realização de investimentos em infraestruturas cientificas e tecnológicas, e no caso do Alentejo, que permitam a concretização da segunda fase do Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia e de outras infraestruturas científicas e tecnológicas. Para o Alentejo esta matéria é uma questão decisiva.

QUASE 4 MILHÕES € PARA A BARRAGEM DO ROXO

Já publicado em Diário da República, a remodelação da ETA - Estação de Tratamento de Água do Roxo (Aljustrel, Beja) e a beneficiação da linha de tratamento com a inclusão de novas Etapas representarão um investimento superior a 3 milhões e 800 mil euros.

O mesmo será da responsabilidade da AgdA - Águas Públicas do Alentejo, S. A. e as intervenções têm por objetivo melhorar o processo de tratamento da água para consumo, através da melhoria da eficácia na oxidação da matéria orgânica e da absorção de cheiros e sabores indesejáveis.

 

Imagem de regante.edia.pt

QUASE 2 MILHÕES PARA AS ESTRADAS DE ÉVORA

Será um investimento que ronda os dois milhões de euros - um milhão e oitocentos mil euros  - que a Infraestruturas de Portugal vai investir na conservação das estradas do distrito de Évora até 2020, repartido da seguinte forma: 2017 - 300.000€; 2018: - 1.841.400€; 2019 - 1.841.400€ e 2020 - 2.343.000€. 

 

Imagem de quilometrosquecontam.com

BEJA: 1 MILHÃO PARA SERVIÇO DE IMAGIOLOGIA

Foi lançado esta semana um concurso público, pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, no valor base de 1.036.000€, e que visa a aquisição de equipamentos de imagiologia.

Os equipamentos que melhorarão os serviços de Imagiologia da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo são: equipamento de RX convencional, RX portátil com detetor digital, um mamógrafo, equipamento para tomografia computorizada, ecógrafos e uma estação de diagnóstico de imagiologia

 

Imagem de novostipmr.com

422 MILHÕES LIGAM ALENTEJO À EUROPA

Será no início de 2018 que o plano Ferrovia 2020 para o Corredor Internacional Sul – que atravessará o Alentejo a partir de Sines e ligará com o centro da Europa - abrirá concurso para a realização das obras e prevê um investimento total de 422 milhões de euros, comparticipados por Fundos Comunitários através do mecanismo CEF – Connecting Europe Facility que contribui com 158 milhões do valor total, o que torna este projeto o maior investimento ferroviário em Portugal nas últimas décadas.

PORTEL: EDIA INVESTE CERCA DE UM MILHÃO DE EUROS

A EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva vai investir cerca de um milhão de euros num bloco de rega no concelho de Portel.

Serão beneficiados uma área de 1.107 hectares e o anúncio da empreitada – com um prazo de execução de 7 meses - já foi publicado em Diário da República, abrangendo as freguesias de Oriola, Portel, Santana e S. Bartolomeu do Outeiro, num valor total de 945 mil euros.

 

 

Imagem de wikimedia.org

Páginas