Está aqui

Investimento

4 milhões de euros para modernizar comunicações nos comboios do Alentejo

O Governo autorizou, esta semana, através de portaria, a CP - Comboios de Portugal a despender mais de 4 milhões de euros em equipamentos de comunicações para linhas do Alentejo e Évora.

A despesa justifica-se em face da necessidade de aquisição de equipamentos de comunicações móveis GSM-R de voz e dados para as unidades motoras que operam no Alentejo e de Évora para outros lugares do país, mas também nas linhas de Cascais, Algarve e Beira Baixa.

Litoral Alentejano com nova urgência

Já é percetível e visível a existência da nova Urgência da ULSLA, no Hospital do Litoral Alentejano.

Ao fim de alguns anos de espera, esta nova urgência pretende representar uma melhoria das condições de atendimento dos utentes na Urgência Médico-cirúrgica do Hospital.

Tendo sido iniciada em janeiro, espera-se que em outubro esteja já em funcionamento, numa obra, representa um investimento a rondar um milhão e seiscentos mil euros de investimento.

A nova urgência terá uma área total de 1100m2.

 

Reprogramação do ALENTEJO 2020 aprovada

Já se realizou a reunião do Comité de Acompanhamento do Alentejo 2020 – a nona – e foi aprovado pelos membros deste Comité, o documento de reprogramação do Alentejo 2020.

Mega plantação de amêndoas no Alentejo

Será com investimento de entre 150 a 200 M/€ em amêndoas que investidores norte-americanos, vão criar uma mega plantação de amêndoa no Alentejo.

Passageiros fora da linha Sines – Caia

Com uns a mostrarem-se a favor, e outros a serem menos recetivos, a linha Caia – Sines pode mesmo não passar de uma linha exclusiva de transporte de mercadorias, como alguns responsáveis sempre afirmaram, e apesar do desejo dos autarcas alentejanos em que fosse algo mais.

Desembosnar

No dia 19 de junho um dos jornais nacionais publicava, a propósito do lançamento da discussão publica do Programa Nacional de Investimentos 2030, uma espécie de antecipação dos investimentos que teriam ficado de fora. Titulava que o “governo deixa Douro e Alentejo de fora de investimento para 2030” e é assim que se vai fazendo um certo tipo de jornalismo que pretende pouco mais do que sobreviver tentando desinformar.

Beja despede-se das antigas piscinas

Já estão abertas, e este será mesmo o último ano em que as piscinas descobertas de Beja vão estar como as vemos, uma vez que a autarquia já assumiu o compromisso de um investimento de cerca de 800 mil euros.

A remodelação - sujeita a uma candidatura a fundos comunitários - terá, segundo a autarquia, início em setembro e abragerá todo o complexo, incluindo balneários, zona de bar e restaurante, com mais de 50 anos de utilização.

Imagem de lifecooler.com

 

Beja: 4 M/€ garantem novo Tribunal até 2022

Beja vai ter um novo Palácio da Justiça e que o Ministério da Justiça prevê estar terminado 2022, e que terá um custo de 4 milhões de euros.

O Tribunal de Beja entra num plano do Ministério da Justiça que pretende o investimento total de cerca de 275 milhões de euros, até 2028, e que envolve a construção de 13 novos tribunais, obras de ampliação em sete edifícios e a requalificação de vários outros.

 

Imagem de cmjornal.pt

 

Municípios alentejanos com orçamento reforçado em 108 M/€

Com o objetivo de reforçar os investimentos de base territorial, após uma reprogramação do programa operacional Portugal 2020, serão distribuídos mais 108 milhões para os municípios de Alentejo.

No total nacional, a reprogramação dos fundos comunitários do Portugal 2020 representa um acréscimo de 607 milhões de euros para investimentos na área das infraestruturas escolares, de saúde e sociais, ou na política urbana da reabilitação e da mobilidade.

 

Hutchinson de Campo Maior amplia unidade fabril

O secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson Souza, esteve esta semana em Campo Maior para conhecer o projeto de ampliação da unidade fabril da Hutchinson - Borrachas de Portugal.

Acompanhado do presidente do Município, Ricardo Pinheiro, o secretário de Estado conheceu todo o processo de construção da Nave 4 desta empresa - mais de 4500m2 cobertos - num investimento que abrange todo o Alto Alentejo e que resultará, segundo a empresa, na criação de mais postos de trabalho. Não foram divulgados os montantes envolvidos na expansão.

Imagem de uman.pt

 

Páginas