4 Julho 2016      12:57

Está aqui

UMA FEIRA MAIS PEQUENA E SEM VIDA

"AO CORRER DA PENA"

Terminou ontem mais uma edição da Feira de S. João, evento que em pleno Verão costuma trazer vida e animação à cidade.

Alguma da programação recreativa prometia um resultado e uma adesão positivas, chamando não só o público habitual mas também um público mais jovem que poderia querer repetir a experiência nos próximos anos.

Contudo, ao entrar no recinto da Feira de S. João, facilmente nos apercebemos das mudanças. De ano para ano a feira vai estando mais pequena e com menos adesão.

Já não se vêm as enchentes de antigamente e o entusiamos com o ir à feira.

Se antes para se conseguir tomar uma refeição, teria que se ir cedo sob pena de não se conseguir mesa hoje, independentemente da hora, consegue-se um lugar com relativa facilidade.

O mesmo se diga com o estacionamento no espaço circundante da feira. Se geralmente havia filas para se chegar ao recinto e era necessário perder alguns minutos em busca de lugar, actualmente é relativamente fácil estacionar, não porque as pessoas tenham optado por outros meios de transporte, mas sim porque, simplesmente, perderam a vontade de ir.

Com o preço elevado dos stands, os comerciantes não têm possibilidade de mostrar os seus produtos e chamar pessoas a conhecer o seu negócio, daí o pouco espaço da feira actualmente.

Este desinvestimento traz a falta de interesse em conhecer e participar nas actividades da feira.

Se num ano a feira passa a estar mais pequena e com menos pontos de interesse, no ano seguinte as pessoas certamente terão menos vontade de lá ir.

Nos últimos anos, restruturou-se o espaço da feira de tal forma que a localização de alguns stands deixou de fazer sentido, parecendo que foram ali postos um pouco por acaso.

A restruturação era sem dúvida necessária mas o plano para a sua concretização era tão ou mais importante que a mesma.

Tal como está a Feira de S. João parece-se mais com um mercado com alguns pontos recreativos.

Évora precisa e merece ter a Feira de S. João de antigamente, com expositores, movimento, espectáculos e alegria em ter o evento na cidade.

O preço dos stands será sem dúvida um ponto de início, por forma a analisar-se até que ponto se poderá abdicar de algum deste valor por forma a facilitar o acesso a mais empreendedores e assim dinamizar um pouco mais o espaço.

Os eventos recreativos são sem dúvida importantes, no entanto trazem animação por uma a duas horas e não durante todo o dia e todo o período da feira.

Uma restruturação é urgente! Resta saber quanto tempo demorará.

Imagem daqui.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.