31 Maio 2018      10:03

Está aqui

António Costa abre Sines ao gás natural americano

Numa conferência promovida pela Associação de Amizade Portugal Estados Unidos, o primeiro-ministro António Costa abriu as portas do porto de Sines ao gás natural liquefeito (GNL) americano, deixando no ar a possibilidade de Portugal se transformar assim na porta de entrada na Europa das exportações de gás natural norte-americano.

Que o Porto de Sines seja também um hub internacional de transhipment de gás natural liquefeito é um dos objetivos deste governo que – de modo a atrair investidores e utilizadores – aponta à necessidade de diversificar os fornecedores energéticos da Europa e a geografia de Sines – que cruza rotas marítimas do Mediterrâneo, do Norte de África e Atlântico - como os principais motivos de atração.  

 

Esta intenção já tinha ficado bem expressa quando Portugal e Estado Unidos, em 2017, fizeram uma declaração conjunta que afirmava a importância estratégica do Porto de Sines como hub atlântico de gás natural liquefeito e da relação Portugal-Estados Unidos.

 

Imagem de portugal.gov.pt

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.