Está aqui

Portugal

A DÍVIDA DOS OUTROS QUE É PAGA POR NÓS

Em noticia publicada pelo jornal o SOL a 16 de novembro último, o economista especialista em dívidas soberanas, Eric Toussaint, diz não ter dúvidas quando afirma que “parte da dívida portuguesa é claramente odiosa ou, pelo menos, ilegítima” e que “o governo português deveria suspender o pagamento da dívida e impor aos credores uma redução radical da dívida”.

“INVASÃO” CHINESA FAZ CRESCER TURISMO NO ALENTEJO

O Turismo no Alentejo levava, no final de agosto, oito meses em crescendo situando a região acima da média nacional que também está a crescer.

Para tal, a mais recente “invasão” de turistas chineses ajudou a região a crescer mais de 20%, mais que a média nacional.

O Alentejo apresentou um crescimento em diversos indicadores como no número de dormidas, na receita por quarto disponível, na taxa de ocupação média e nos proveitos por aposentos.

CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA: CIDADES EURO MEDITERRÂNICAS APOIAM ÉVORA

No início do mês, Évora anunciou oficialmente, em Paris, a intenção de se candidatar a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A cidade que comemora o 31.º aniversário da classificação como Património Mundial, pela UNESCO, recebeu esta semana um forte apoio.

Em carta enviada ao presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, a AVEC - Aliança das Cidades Culturais Euro Mediterrânicas declarou o seu apoio à possível candidatura de Évora para Capital Europeia da Cultura em 2027.

O FUTURO DA EUROPA

Quando colocamos a pergunta qual o foco da união Europeia e quais as linhas que devem suportar os orçamentos futuros, penso que não podem existir quaisquer hesitações que tem que estar suportado no crescimento económico.

A Europa tem que estar centrada nas pessoas. Essa é a grande diferença entre a União Europeia e outros países e regiões do Mundo.

Pedir aos cidadãos, pedir às empresas novos impostos ou mais carga fiscal, é um absurdo! A carga fiscal já é demasiado pesada e inibitória das liberdades.

HÁ CANDIDATOS ALENTEJANOS AOS PRÉMIOS CONSTRUIR

Há três candidatos alentejanos aos “óscares” da arquitetura e construção portugueses. Os Prémios Construir 2017 dividem-se em quatro áreas: Arquitetura, Engenharia, Construção e Imobiliário sendo que a Adega Herdade do Freixo, projeto de Frederico Valsassina, e o Centro de Convívio de Grândola, projeto de Aires Mateus, competem na mesma categoria pelo Melhor Projecto Privado.

Na categoria Prémio Fiscalização e Coordenação, a Requalificação da Igreja S. Francisco, em Évora é também candidata ao prémio.

NOVO COMANDANTE NA BASE DE BEJA

Desde 20 de outubro que a Base Aérea (BA) 11, em Beja, tem um novo comandante.

O coronel José Gaspar foi substituído pelo coronel Fernando Costa numa cerimónia que assinalou o 53º aniversário da base e que foi presidida pelo general Manuel Teixeira Rolo, chefe do Estado-Maior da Força Aérea.

A LEVIS VAI TER UM CAPOTE ALENTEJANO?

O mais que conhecido blusão de ganga da Levis, o Trucker Type III, celebra 50 anos e a marca norte-americana quis celebrar o momento convidando vários coletivos - de Espanha, França, Itália, Turquia, Bélgica, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Polónia, Rússia e Suécia, além de Portugal - para “reinventar” o casaco.

A ilustradora Tamara Alves, o designer de moda Patrick de Pádua, a fotógrafa de moda Maria Rita Rodrigues e o bailarino André Cabral, formavam o coletivo que se inspirou no capote alentejano para criar o “Trucker-capote”.

O GOVERNO QUE MALTRATA O ALENTEJO

Na crónica desta semana apresento dois casos demonstrativos da falta de solidariedade do Governo para com o Alentejo: Um dos temas tem a ver com a falta de assistentes operacionais nas escolas de Évora; outro tema tem a ver com a supressão de comboios na linha de Casabranca – Beja.

O discurso oficial não é esse. Não bate certo! Por isso, torna-se fundamental alertar para estas graves situações.

 

1 - Falta de 42 assistentes operacionais nas escolas do concelho de Évora

ACORDO ENTRE TITÃS DA AERONÁUTICA PODE AFETAR O ALENTEJO

O anúncio recente de um acordo entre os gigantes da aeronáutica Airbus e a canadiana Bombardier pode afetar o Alentejo e Portugal, onde a concorrente brasileira Embraer tem feito um forte investimento, sobretudo no cluster aeronáutico de Évora.

O receio tornou-se evidente no decorrer dos AED Days, um evento anual sobre a aeronáutica, espaço e defesa nacionais.

O acordo entre a Airbus e a Bombardier visa essencialmente o programa de construção de aviões CSeries da Bombardier, sendo esta aeronave uma das principais concorrentes da E-2 da Embraer, líder de mercado.

ATRASOS NOS CONCURSOS ATRASAM A TECNOLOGIA

GRAVES ATRASOS NA ABERTURA DE CONCURSOS PARA PROJETOS NA ÁREA DA TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA.

 

Estamos praticamente a completar 2 anos de Governo do PS com apoio do BE, PCP e PEV.

No entanto, ainda não foram abertos os concursos de candidaturas para: desenvolvimento de infraestruturas na área da transferência de tecnologia; criação parques ciência e tecnologia; criação de incubadoras de base tecnológica; criação de viveiros de empresas; criação de ninhos de empresas; criação de Áreas de Acolhimento Empresarial; criação de Centros de Negócios.

Páginas