Está aqui

Baixo Alentejo

Pedido de registo de desenhos semelhantes aos das mantas alentejanas gera polémica

A Direção Regional de Cultura do Alentejo enviou ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) uma reclamação para tentar impedir que seja feito o registo de vários padrões semelhantes aos que compõem as mantas alentejanas.

Virgem Suta voltam à estrada no Baixo Alentejo

Há muito que os VIRGEM SUTA programavam fazer uma volta ao Baixo Alentejo, distribuindo uma canção por cada paragem. A oportunidade surgiu com o programa Garantir Cultura e eles agarraram nas guitarras e fizeram-se à estrada. São 14 os concelhos registados em vídeo, neste périplo com banda sonora do duo.

A partir de 1 de agosto, e durante 14 dias, a dupla vai divulgar no seu canal do YouTube o resultado deste passeio musical e cultural.

Ferreira do Alentejo vê nascer novo lar-residencial

A CERCICOA – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas e Solidariedade Social, com sede em Almodôvar, vai avançar com a construção de um lar-residencial e de Centro de Atividades e Capacidade para a Inclusão (CACI) em Ferreira do Alentejo, num investimento total avaliado em cerca de 1,5 milhões de euros.

IPBeja: candidaturas abertas para Reingresso e Mudança de Par Instituição/Curso

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) já está a aceitar candidaturas aos Concursos de Reingresso e de Mudança de Par Instituição/Curso.

De acordo com a Rádio Pax, a mudança de par Instituição/Curso pode ser pedida pelos estudantes que tenham feito (em ano letivo anterior àquele a que se refere o requerimento) matrícula e inscrição noutro par Instituição/Curso de licenciatura e que não o tenham terminado. Este concurso tem ainda outras condições que devem ser satisfeitas e que podem ser encontradas no seu regulamento.

Baixo Alentejo atualiza tarifas de passes rodoviários em julho

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) acaba de anunciar que as novas tarifas de passes rodoviários começam a ser aplicadas a 1 de julho nos treze municípios do Baixo Alentejo.

De acordo com a CIMBAL, citada pelo jornal Sul Informação, estas novas tarifas são apoiadas pelo PART – Programa de Apoio à Redução Tarifária, suportado pelo Fundo Ambiental, e serão aplicadas nos percursos previstos na concessão do Transporte Rodoviário Intermunicipal do Baixo Alentejo, iniciada no início do corrente ano.

Baixo Alentejo apresenta piores resultados na educação

O relatório “Resultados Escolares: Sucesso e Equidade”, publicado recentemente pela Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC), revelou que as escolas da região do Baixo Alentejo obtêm resultados menos positivos quando comparados com as escolas do Norte do país, no que diz respeito aos 1.º, 2.º e 3.º ciclos de ensino.

Baixo Alentejo tem novos autocarros a circular

Os municípios do Baixo Alentejo já têm novos autocarros, mais modernos e com internet a bordo, a circular, adianta a Rádio Pax.

Segundo a mesma fonte, esta medida é resultado da atribuição da concessão do serviço público rodoviário de passageiros em todos os municípios da região à Autocarros do Baixo Alentejo (ABA), por parte da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), no âmbito de um concurso público internacional.

Municípios do Baixo Alentejo querem minimizar efeitos da seca

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) revelou que os municípios estão disponíveis para colaborarem na adoção de medidas que permitam “minimizar o uso da água, nomeadamente na rega de jardins e espaços verdes, lavagem de ruas, entre outras”.

A informação foi avançada à Rádio Pax, aquando da reunião da Sub-Comissão Regional da Zona Sul da Comissão de Gestão de Albufeiras, realizada na semana passada, onde foi abordado o problema da seca.

Seca: agricultores do Baixo Alentejo reclamam apoios ao Governo

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) alertou que a seca está a afetar “gravemente” a atividade agropecuária da região e reclamou medidas do Governo para apoiar os setores mais afetados.

Em comunicado citado pela agência Lusa, a FAABA manifesta “a sua grande preocupação relativamente à agricultura de sequeiro, à pecuária extensiva e também à falta de reservas hídricas, quer para o abeberamento animal, quer para o regadio”.

Escassa chuva prejudica pastagens no Baixo Alentejo e Alentejo Litoral

As previsões agrícolas realizadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a 30 de novembro, apontam para “a manutenção, face à campanha anterior, da superfície de cereais praganosos, nomeadamente de aveia, o de instalação mais precoce”.

Páginas