Está aqui

ambiente

Alentejo coberto com rede de alerta de radioatividade

O Alentejo estará também coberto por uma rede de alerta de radioatividade que irá cobrir o território nacional continental.

Serão 24 estações fixas as que, até final deste ano, vão garantir a monitorização de radioatividade no ar e na água, neste caso, nos três principais rios nacionais, cobrindo o norte, centro e sul do país.

Esta rede, a RADNET, é gerida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e as estações vão medir em contínuo a radiação gama (radiação eletromagnética, a mais perigosa para o ser humano, geralmente associada à energia nuclear) no ar.

A bela Vila do Crato ficou mais amiga do ambiente

A vila alentejano do Crato já é mais amiga do ambiente e conta, desde esta semana, com um carregador elétrico para automóveis, após a instalação do primeiro Posto de Carregamento de Viaturas Elétricas (PCVE) no concelho.

Este posto está localizado no parque de estacionamento do Largo Dr. Belo Moraes, e o presidente da autarquia, Joaquim Diogo, já estreou o novo equipamento da vila alentejana.

Irrigação solar – um projeto internacional com marca alentejana da Universidade de Évora

A Universidade de Évora é a única universidade portuguesa a integrar um consórcio de energias renováveis, constituído por entidades de seis países diferentes.

Com mais dez parceiros, a academia alentejana faz parte do “SolAqua”, um projeto multinacional - Portugal, Espanha, França, Itália, Marrocos e Roménia - que visa aumentar a quota de energias renováveis na Europa com uma combinação entre tecnologia fotovoltaica e hidráulica com irrigação de alta eficiência.

São Mamede: começou o combate às espécies invasoras

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo começou os trabalhos de controlo de espécies exóticas invasoras.

Está preparado para fazer uns milhares de quilómetros pelo Alentejo?

São mais de 3 mil quilómetros de percursos cicláveis, pelo Alentejo e Ribatejo, que vão ser certificados, anunciou, na passada semana, a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC).

O projeto “Cycling Alentejo e Ribatejo”, uma iniciativa da Entidade Regional de Turismo (ERT), encontra-se em pré-homologação e deverá estar concluído no final deste ano.

Dos mais de 3 mil quilómetros, 1.369 são para BTT (Bicicleta Todo-o-Terreno), 931 de estrada e 805 de caminhos não pavimentados.

Odemira tem 12 praias com bandeira azul

Nesta época balnear de 2020, o concelho de Odemira conta com 12 praias com Bandeira Azul.

Símbolo de qualidade e excelência, a designação bandeira azul é atribuída pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa e, este ano, as praias do Malhão Norte, Malhão Sul, Franquia, Farol, Furnas Rio, Furnas Mar, Almograve Norte, Almograve Sul, Zambujeira do Mar, Alteirinhos e Carvalhal e a praia fluvial de Santa Clara, todas no concelho de Odemira, vão poder hastear a Bandeira Azul.

Franceses investem 300 milhões de euros na energia solar alentejana

A empresa francesa Akuo, pretende iniciar, em 2021, a construção de três centrais solares no Alentejo.

O projeto prevê que, passado um ano, possa iniciar a produção solar.

Este projeto surge após a empresa – com presença em 15 países - ter vencido três lotes no primeiro leilão de energia solar em Portugal em 2019, sendo mesmo a empresa que assegurou a construção de mais potência.

Almaraz - a central nuclear mais próxima do Alentejo aberta até 2028

Almaraz é a central nuclear espanhola mais próxima do Alentejo, a 110km, foi esta semana autorizada pelo Conselho de Segurança Nuclear (CSN) espanhol a estar aberta até outubro de 2028. O seu período de vigência terminava em junho deste ano.

Propriedade da Iberdrola, Endesa e Naturgy, está em funcionamento desde 1981 e teria uma vida útil de cerca de 40 anos, no entanto, tem apresentado várias falhas e avarias, levando mesmo a vários alertas por parte das associações ambientalistas, eurodeputados portugueses e até a pedidos de explicação por parte do governo português.

 

Alargado o prazo para limpeza de terrenos

Estava previsto terminar a 30 de abril, mas o prazo foi alargado e os proprietários têm agora até ao dia 31 de maio para fazer a limpeza dos seus terrenos, no âmbito das medidas de prevenção de incêndios rurais previstas legalmente.

Esta prorrogação do prazo foi determinada com base nas consequências provocadas pela pandemia da doença COVID-19.

Câmara de Santiago do Cacém apela ao Governo sobre Lagoa de Santo André

Este ano, as autoridades competentes não permitiram a abertura da Lagoa de Santo André ao mar.

Páginas