Está aqui

CP

Corticeira Amorim vai desenvolver interiores do primeiro comboio português

A CP juntou a Faculdade de Engenharia do Porto, o Instituto Superior Técnico e empresas como a Corticeira Amorim, a Efacec ou a Siemens para criar o primeiro comboio português. A notícia, que está a ser avançada pelo Público, refere que o primeiro comboio português vai ter o motor desenvolvido pela Efacec, a caixa pela Salvador Caetano, os moldes, cablagens e portas pela Associação de Fabricantes Indústria Automóvel, os interiores pela Almadesign e a Amorim e o grupo Sermec, especialista em metalomecânica de precisão e que trabalha com a Airbus.

Descontos nos transportes no Alentejo "têm que abranger passageiros da CP"

O Presidente do Município de Vendas Novas, Luís Dias, é peremptório: "os descontos nos transporte no Alentejo têm que abranger os passageiros da CP". A exigência do autarca vem a propósito do Programa de Apoio à Redução Tarifária, conhecido por PART, e que neste momento significa um desconto de 60% no valor dos passes dos transportes públicos com origem no território abrangido pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) mas que a CP não está a implementar junto dos utilizadores de transporte ferroviário.

Luzianes-Gare, voltarão os comboios a parar ali?

Estavamos no ano de 1888, quando a estação ferroviária de Luzianes-Gare, originalmente chamada de Odemira, foi inaugurada. E o facto mudou radicalmente a pequena comunidade agrícola, que beneficiava das suas paragens.

CP vende viagens para Évora e Beja a 2,5 euros e 3 euros

A CP vai dar desconto de 80% para vários destinos do País, numa acção de promoção para os próximos 3 meses. Os bilhetes para os serviços Alfa Pendular e Intercidades vão estar a preços de saldo. Por exemplo para Évora os bilhetes vão custar 2,5 euros. Para Beja, apenas 3 euros. Os bilhetes entre Lisboa e o Porto vão custar 5 euros durante os próximos três meses.

Circulação de comboios em Beja vai ser reforçada, garante a CP

A CP garantiu esta semana ao Município de Beja que os problemas na linha ferroviária que a ligação Beja-Casa Branca vão começar a ser resolvidos no segundo trimestre do próximo ano, com o reforço de unidades circulantes, através da transferência de automotoras vindas do norte do país.

Ferreira do Alentejo cria rotas turísticas com a CP

O Município de Ferreira do Alentejo estabeleceu uma parceria com a CP-Comboios de Portugal, na criação de Rotas Turísticas dedicadas às uvas, ao azeite e ao vinho para turistas a partir de Lisboa, com o objetivo de combater a sazonalidade no turismo da região.

As chamadas Rotas das Uvas sem Grainha e do Azeite e Vinhos Alentejanos vão estar disponíveis para os visitantes, de terça a sábado. A rota das uvas estará disponível até 15 de novembro e as do azeite e do vinho até 28 de fevereiro de 2019.

Ferrovia: Cuba exige intervenção urgente na linha do Alentejo

O Município de Cuba denuncia em comunicado o "estado deplorável do serviço ferroviário" e reclama soluções urgentes. A reacção surge na sequência de uma avaria ocorrida na sexta-feira passada durante a realização de um serviço da CP na linha do Alentejo – que terminou com os passageiros com destino a Vila Nova da Baronia, Cuba e Beja a serem assistidos pelos Bombeiros e pela GNR, após uma avaria na composição que os transportava e quando faziam mais de 40 graus de temperatura.

4 milhões de euros para modernizar comunicações nos comboios do Alentejo

O Governo autorizou, esta semana, através de portaria, a CP - Comboios de Portugal a despender mais de 4 milhões de euros em equipamentos de comunicações para linhas do Alentejo e Évora.

A despesa justifica-se em face da necessidade de aquisição de equipamentos de comunicações móveis GSM-R de voz e dados para as unidades motoras que operam no Alentejo e de Évora para outros lugares do país, mas também nas linhas de Cascais, Algarve e Beira Baixa.

Ligação Évora-Lisboa com carruagens mais antigas

Na semana passada, o Observador dava conta da eminente rutura da CP por falta de equipamentos e pessoal, sobretudo falta de carruagens para circular e de pessoal para fazer a manutenção e reparações das mesmas.
 

Comboios de Beja geram irritação e protesto do movimento Beja Merece +

Com composições com uma média de idades superior a 50 anos e com atrasos frequentes, a CP tem suprimido várias ligações que fazem o trajeto Beja/Casa Branca/Beja substituindo-as por ligações feitas em autocarros, o que está a gerar descontentamento e protestos dos passageiros, particularmente os que usam aquele meio de transporte para irem trabalhar. O problema agudizou-se o ano passado e é justificado pela CP com os problemas naquela linha, que decorrem da falta de eletrificação e limitam a utilização de automotoras "velhas, lentas e de manutenção cara".

Páginas