29 Dezembro 2017      15:57

Está aqui

ÉVORA LANÇA PLATAFORMA INOVADORA PARA A REABILITAÇÃO DO PATRIMÓNIO

António Candeias, Diretor do Laboratório HERCULES
Dá pelo acrónimo ERIHS.PT e vai ser lançada em Évora no próximo dia 10 de janeiro. Falamos da Plataforma Portuguesa da Infraestrutura Europeia para as Ciências do Património, a única infraestrutura do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Interesse Estratégico (RNIIE) na área da conservação e reabilitação de património cultural.
 
A iniciativa resulta de uma parceria entre o Laboratório HERCULES da Universidade de Évora, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e o Laboratório José de Figueiredo da Direção Geral do Património Cultural e o lançamento desta plataforma conta com a participação dos ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Cultura, bem como do director da Infraestrutura Europeia ERIHS.
 
O Laboratório HERCULES – Herança Cultural Estudos e Salvaguarda, criado em 2009, é um centro de investigação da Universidade de Évora, dedicado ao estudo e valorização do património cultural, com recurso a tecnologias avançadas. O HERCULES é coordenado por António Candeias, um especialista licenciado em Química Tecnológica e Pós-graduado em Química aplicada ao Património Cultural pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Doutorado e Agregado em Química pela Universidade de Évora.
 
António Candeias é ainda especializado em química de superfícies e ciências do património, docente da Universidade de Évora desde 1992, é diretor da infraestrutura ERIHS.pt, coordenador científico do Laboratório José de Figueiredo da Direção Geral do Património Cultural, é membro do Conselho Nacional de Cultura como personalidade de reconhecido mérito e membro do Conselho Geral da Universidade de Évora. É autor de mais de 200 artigos em revistas nacionais e internacionais com revisão por pares e tem coordenado diversos projetos de investigação e divulgação cientifica.

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.