23 Fevereiro 2020      10:06

Está aqui

Como aves, morcegos e vespas controlam a mosca da azeitona no Alentejo

O projeto ECOLIVES - Gestão sustentável em olivais mediterrânicos: serviços de controlo biológico providenciados por espécies silvestres como incentivos para a conservação da biodiversidade, organiza o seminário final onde se comunicarão as suas principais conclusões e que decorre no Auditório de Conferências do Polo da Mitra, da Universidade de Évora, a  28 de fevereiro entre as 14:00h e as 17:00h.

O seminário, destinado tanto a produtores como a cientistas apresenta o resultado do ECOLIVES que procurou esclarecer os padrões de diversidade de espécies selvagens em olivais da região do Alentejo com diferentes níveis de intensificação de gestão e, finalmente, o impacto potencial que esta intensificação tem nos serviços do controlo de pragas realizado por algumas dessas espécies. Especificamente, o ECOLIVES esteve focado no estudo do papel que os vertebrados (aves e morcegos) e os invertebrados (vespas parasitóides) desempenham como controladores da mosca e da traça da azeitona.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias no e-mail: seminarioecolives@gmail.com

ECOLIVES foi co-financiado pela FCT e pelo programa Portugal2020, e liderado pela Universidade de Évora, tendo contado com a co-participação das Universidades de Lisboa e Porto.  

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.