Está aqui

Vila de Frades

Vinhos da Talha com enoturismo em plena Vila de Frades

Já ouviu de certeza que Vila de Frades já não tem abades, Mas tem adegas que são catedrais, Os seus palhetes são brilharetes, São de beber e chorar por mais. Tem que por lá passar para saber do que estamos a falar.

A Adega ACV Vinhos de Talha acaba de abrir as portas do seu enoturismo no coração de Vila de Frades, onde produz vinhos com métodos de vinificação que permanecem os mesmos desde os tempos dos Romanos, há mais de 2 000 anos.

Culto ao Vinho de Talha está a nascer na Vidigueira

O vinho da talha consiste num modo tradicional e biológico de fazer vinho onde as enormes talhas de barro são de importância fulcral na sua realização. Neste processo de vinificação desenvolvido pelos romanos, as uvas esmagadas são colocadas dentro das talhas de barro e ficam a fermentar, durante meses, em cima das massas formadas pelas películas do fruto. Saindo depois o líquido, através de uma torneira, límpido e puro.

Vidigueira inaugura amanhã a Cella Vinaria Antiqua, um hino ao Vinho da Talha

É inaugurada amanhã, 15 de setembro a Cella Vinaria Antiqua, no Alentejo, uma adega recuperada e ainda um espaço-museu sobre técnicas e tradições do Vinho da Talha. O projeto da Honrado Vineyards tem como principal objetivo preservar esta técnica de produção de vinho e situa-se na aldeia de Vila de Frades, na Vidigueira.
 

O ESCRITOR QUE LEVOU O DRAMA DO ALENTEJO À LITERATURA

Fialho de Almeida, o médico alentejano que nunca exerceu, nascido a 7 de maio de 1857, em Vila de Frades na Vidigueira, dedicou a sua vida ao jornalismo e à escrita e foi o primeiro escritor a fazer entrar na literatura o Alentejo e o seu drama.

CENTRO DE ARTE CONTEMPORÂNEA CHEGA AO ALENTEJO

Cruzando o enotorismo com o turismo cultural, uma das maiores coleções privadas de arte contemporânea vai ser exibida numa quinta vinícola em Vila de Frades, no distrito de Beja.

Um casal milionário holandês decidiu criar um museu de arte contemporânea num edifíco de 450 metros quadrados construído com traços modernos e revestido, parcialmente, a xisto, assinado pelo arquiteto alentejano, Filipe Nogueira Alves. O casal Bruin é um casal de colecionadores que está há alguns anos envolvido no mercado internacional da arte.