Está aqui

Instituto Politécnico de Beja

A gigante japonesa Fujitsu quer instalar um centro de proteção digital em Beja

A Fujitsu, companhia de tecnologias de informação e comunicação, está interessada em abrir, em Beja, um novo centro de competências, segundo o Diário do Alentejo.  O projeto, relacionado com a cibersegurança e a ciberdefesa decorre de um trabalho desenvolvido pelo Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), na área da segurança informática e ao combate ao cibercrime. 

Fujitsu e Politécnico de Beja juntos na investigação em ciberdefesa

A Fujitsu - a maior empresa japonesa de tecnologias de informação e comunicação no mundo – e o Instituto Politécnico de Beja vão estar de mãos dadas em projetos de investigação em ciberdefesa.

O protocolo de cooperação ao nível da Cibersegurança e Ciberdefesa em vários projetos, nomeadamente, o Projeto UbiNET.

O Instituto Politécnico de Beja precisa de Todos!

Uma ressalva que faço já, que, normalmente, se faz nestas ocasiões: não estou particularmente abalizado para falar sobre o Instituto Politécnico de Beja (IPB) uma vez que nunca lá fui aluno, não lecionei no instituto e a relação de proximidade que tive, foi por inerência de funções…

Ensino Superior no Alentejo com mais alunos

Após a conclusão da a primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público é possível concluir que a Universidade de Évora e o Politécnico de Portalegre tiveram mais estudantes colocados na 1ª Fase, em comparação com o ano passado. Em sentido inverso está o Politécnico de Beja.

Segundo dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, nesta primeira fase, a nível nacional, foram colocados 43 992 novos estudantes.

Politécnico de Beja disponibiliza 200 bicicletas à comunidade académica

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) vai colocar ao serviço de estudantes, docentes e funcionários, a partir do próximo mês de setembro, 200 bicicletas, que adquiriu através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR). As bicicletas, elétricas e convencionais pretendem introduzir hábitos de vida saudável e diminuir o tempo de deslocação, sobretudo dos estudantes, entre o local de residência e o campus do IPBeja.

Nacional lança massas com Trigo Duro 100% Alentejano

Apesar de estarmos a falar de uma edição limitada, estas massas produzidas em molde de bronze com Trigo Duro 100% Alentejano, são descritas como "deliciosamente únicas" pela shoppingspirit.pt. e resultam de um projeto com 20 anos, numa parceria entre os produtores de cereais do Alentejo, o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e o Instituto Politécnico de Beja.

Governo francês condecora professor de Beja

Luís Peres de Sousa, professor do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) foi condecorado “Oficial de Mérito Agrícola” pelo ministro da Agricultura e da Alimentação de França. Luís Peres de Sousa, que preside também a sub-comissão para as uvas de mesa, passas e produtos não fermentados da vinha, da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (O.I.V.), a entidade que regula todo o sector vitivinícola a nível mundial, em declarações à Rádio Voz da Planície declarou-se surpreendido mas orgulhoso com a distinção.

Theano de Crotona, à descoberta da primeira mulher matemática

O papel da mulher na Antiguidade Clássica introduz uma enorme incerteza autoral na identificação dos feitos de mulheres na ciência desse tempo, sendo difícil dissociar os feitos destas mulheres das obras daqueles que com elas trabalhavam.

“AFINAL, O QUE É O ALENTEJO?”

“Afinal, o que é o Alentejo?” - é assim que termina a curta metragem “Memórias d’Outro Alentejo”, produzida por 5 alunos do Instituto Politécnico de Beja e que revisita outros tempos no Alentejo e que inclui as planícies sem fim e os pores-de-sol cinematográficos, a seca, os campos de trigo, as pastagens e também as pessoas.

IP BEJA COM NOVA RESIDÊNCIA

Já foi inaugurada a nova residência universitária do IPB - Instituto Politécnico de Beja.

“Casa do Estudante-Residência” é um alojamento misto e que conta com 44 camas, num espaço remodelado e adaptado ao efeito num protocolo com a Casa do Estudante.

No total, o IPB conta agora com 300 camas nas várias residências de que dispõe e que acolhem estudantes portugueses e estrangeiros.

Apesar de este número de camas responder ás necessidades, o IPB prentende aumentá-lo ainda mais, pois isso permitirá captar ainda mais estudantes

 

Imagem de infohostal.com

Páginas