Está aqui

Hospital Central do Alentejo

Novo Hospital Central do Alentejo: BE preocupado com "atraso no início das obras"

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE), através do seu deputado Moisés Ferreira, entregou ontem uma Pergunta dirigida ao Ministério da Saúde sobre o "atraso no início das obras do novo Hospital Central do Alentejo", em Évora.

O BE não compreende porque motivo a obra ainda não arrancou, tendo em conta que concurso público internacional para a construção deste novo Hospital foi lançado no dia 14 de agosto de 2019 e a adjudicação para a construção do hospital ocorreu no dia 3 de março a uma empresa espanhola.

Primeira aprovação de 40 milhões para o Hospital Central do Alentejo

A Comissão Diretiva do ALENTEJO 2020 acaba de tomar a 1ª deliberação referente à aprovação da candidatura da Construção do Hospital Central do Alentejo - Consultas Externas, no montante de 40 milhões de euros (FEDER).

Recomendações ao Governo

A última Assembleia Municipal de Évora aprovou duas recomendações ao Governo apresentadas pelo PSD. Estas recomendações estão relacionadas com a redução das portagens na A6 e com as Infraestruturas envolventes ao novo Hospital Central do Alentejo, em Évora.

Numa das recomendações pretende-se que seja aplicada a redução das portagens na autoestrada A6 e a aplicação do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes (PART) entre o Alentejo Central e a Área Metropolitana de Lisboa.

Não pode haver mais desculpas para os atrasos da construção do Hospital Central do Alentejo em Évora

Soubemos muito recentemente que 8 empresas manifestaram interesse e concorreram para construir o novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, num investimento que ultrapassa os 180 milhões de euros. De acordo com o relatório preliminar da fase de qualificação, apenas uma empresa, a Acciona, cumpre todos os requisitos exigidos no concurso.

No entanto, já é publicamente conhecido que 2 das empresas preteridas no concurso para a construção do novo Hospital Central do Alentejo contestaram o respetivo afastamento.

Orçamento do Estado 2020 prevê construção do novo Hospital Central do Alentejo

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 entregue ontem, 16 de dezembro, no Parlamento prevê “um investimento global de cerca de 950 milhões de euros direcionados à construção de novos centros hospitalares até 2023”, sendo que dos 950 milhões de euros, 102 milhões estarão disponíveis para investimento em 2020.

Segundo o Sapo24 entre os novos hospitais cuja construção deve acontecer nos próximos quatro anos está o Pediátrico Integrado do São João, Lisboa Oriental, Seixal, Sintra, Alentejo e Madeira.

Concurso para novo Hospital Central do Alentejo publicado hoje em Diário da República

Foi hoje, 14 de agosto, publicado no Diário da República o Anúncio do Concurso para a empreitada de construção do novo Hospital Central do Alentejo.  O novo hopsital vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo: numa primeira linha a cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, a mais de 500 mil.

Novo Hospital Central do Alentejo "é mais um compromisso do PS com o Alentejo que vai ser concretizado"

A decisão do Conselho de Ministros de hoje, que afetou verba para a construção do novo Hospital Central do Alentejo, caiu bem entre os socialistas em Évora, que falam num "compromisso político do PS com o Alentejo que vai ser concretizado".

Hospital de Évora dá passo em frente nas próximas semanas

Nelson Souza, Ministro do Planeamento, revelou ontem, terça-feira que, nas próximas semanas será dado um passo em frente para avançar com o projeto do Hospital Central do Alentejo, em Évora.

O Governo prepara-se assim para autorizar a construção desta obra há muito desejada pela população alentejana e que vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo: numa primeira linha a cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, a mais de 500 mil.

Governo em Évora: Construção do Hospital Central do Alentejo arranca em 2020

Três ministros apresentam hoje em Évora o projeto de financiamento do novo Hospital Central do Alentejo, no âmbito da reprogramação do Portugal 2020. O Primeiro-Ministro, a Ministra da Saúde e o Ministro do Planeamento e Infraestruturas, que vão estar em Évora da parte da tarde, no Hospital do Espírito Santo, para fazer o anúncio por que tantos esperavam pelo menos desde 2006.

Luz verde para concurso do novo Hospital Central do Alentejo

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas (MPI), Pedro Marques, anunciou hoje no Parlamento, que estão dadas como concluídas as negociações técnicas com a Comissão Europeia relativas à reprogramação do Portugal 2020 e que dentro de um mês vão começar a ser lançados concursos para novos investimentos apoiados pelos fundos comunitários.

Páginas