Está aqui

António Ceia da Silva

Beja: CCDR exige conclusão da autoestrada até aeroporto

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), António Ceia da Silva, exigiu, recentemente, a conclusão da autoestrada do Baixo Alentejo, bem como a eletrificação da linha férrea até ao aeroporto.

Durante a inauguração das obras de requalificação da Piscina Municipal Descoberta de Beja, Ceia da Silva reiterou que é necessário exigir ao Governo que construa o restante da autoestrada, pelo menos até ao aeroporto de Beja e também proceda a eletrificação da linha férrea até o aeroporto de Beja.

Ceia da Silva garante que região “não perderá 1€ do Alentejo 2020”

António Ceia da Silva, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), afirmou que vai fechar o ano de 2021 com uma taxa de execução de 60 por cento das verbas do Programa Regional Alentejo 2020.

Em declarações à Rádio Portalegre, Ceia da Silva garantiu que a região não perderá um euro dos fundos comunitários do Alentejo 2020, indicando que no final de 2022 a taxa de execução será de 80 por cento e que fecharão o ano de 2023 com 100 por cento.

Uma nova CCDR Alentejo com os olhos no futuro

Por António Ceia da Silva

Há praticamente um mês apresentei a minha candidatura a Presidente da CCDR Alentejo.

Na senda do que tenho feito, gostaria agora de reforçar publicamente as principais linhas de ação e prioridades do mandato que pretendo cumprir, assim o colégio eleitoral me dê o voto de confiança necessário.

Turismo aumentou no Alentejo em agosto

Ceia da Silva antecipou ontem os resultados do turismo no Alentejo relativos ao mês de agosto e, sem falar ainda em números concretos, o número de turistas terá aumentado no Alentejo, quando comparado com o mesmo mês do ano transato.

O Alentejo terá visto aumentar não só o número de dormidas como também no valor quanto aos ganhos económicos, apesar de não se registarem alterações significativas de preços face ao anterior.

Festas do Povo de Campo Maior oficialmente candidatas a Património da Humanidade

Já está entregue o dossier de candidatura das Festas do Povo de Campo Maior a Património Cultural Imaterial da Humanidade. A candidatura foi ontem entregue na UNESCO em Paris, pela mão de António Ceia da Silva, o presidente da região de turismo do Alentejo.

Em Campo Maior todos querem ver as “Festas do Povo” reconhecidas pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade, e já em 2019.

ALTO ALENTEJO QUER ATRAIR MAIS TURISMO INTERNACIONAL

O Alto Alentejo encontra-se num "processo de estruturação de uma rede de oferta" e o seu maior potencial estará na Serra de S. Mamede e nos espelhos de água. A convicção é de António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional do Turismo do Alentejo e Ribatejo, há margem de uma iniciativa de marketing em Portalegre, onde os turistas são contactados diretamente pelos promotores da acção.

ALENTEJO GANHA PRÉMIO INTERNACIONAL DE MELHOR FILME TURÍSTICO

O filme da campanha publicitária Desligue Alentejo/Ribatejo ganhou o prémio na categoria TOURISM DESTINATION/ Region no Istanbul Tourism Film Festival, em Istambul, na Turquia. A notícia foi avançada nas redes sociais pelo presidente da Região de Turismo do Alentejo.

FALCOARIA DE SALVATERRA VAI SER PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

A notícia é avançada por António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, na sua página de Facebook: a falcoaria de Salvaterra de Magos está poucos dias de vir a ser declarada Património Cultural Imaterial da Humanidade.

PERSONALIDADES DO ALENTEJO QUEREM A REGIONALIZAÇÃO

Várias personalidades, dezenas de autarcas e instituições alentejanas iniciaram os preparativos para o que chamam de congresso pela Regionalização, que decorrerá a 2 de Abril de 2016, no Centro de Conferências de Tróia em Grândola.
 
A data coincide com o 40.º aniversário da Constituição da República Portuguesa que, como defendem os organizadores, prevê a criação das Regiões Administrativas, nunca concretizadas.