Está aqui

Exposição

Biblioteca de Vidigueira recebe exposição dedicada ao lince ibérico

A exposição intitulada “O Lince na Península – Conectar Territórios e Consolidar Populações”, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), foi inaugurada ontem, quinta-feira (23), e pode ser visitada até ao dia 03 de junho, na Biblioteca Municipal de Vidigueira.

Segundo a CIMBAL, citada pela Rádio Pax, esta mostra tem como objetivo dar a conhecer ao público em geral todo o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, bem como o que ainda há para fazer, tendo em vista a conservação do lince ibérico.

Viana do Alentejo junta olaria, cultura e inovação em festival

A partir de hoje, sexta-feira (10), e até ao próximo domingo (12), a arte de trabalhar o barro, a cultura e a inovação juntam-se na 3.ª edição do Festival de Ilustração e Criatividade em Olaria (FICO), em Viana do Alentejo.

Esta iniciativa, que conta com a organização da Câmara Municipal de Viana do Alentejo e da associação Passa Ao Futuro, que tem sede em Lisboa, mas atuação a nível nacional, vai ser realizada “em locais emblemáticos” da vila, como a Praça da República, a antiga biblioteca e o castelo, anunciaram os promotores.

Biblioteca de Reguengos de Monsaraz recebe exposição de Luís Ançã

A Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz recebe, até ao dia 30 de maio, uma exposição de Luís Ançã, intitulada “Desenhos”, que poderá ser visitada de segunda-feira a sábado, das 10:00 às 12:30 e das 14:00 às 17:30, revela, em comunicado, o município, acrescentando ainda que a inauguração aconteceu na passada sexta-feira (03).

Nesta exposição, Luís Ançã apresenta “32 desenhos a tinta-da-china e aguarela realizados in loco” para captar “o momento e a atmosfera de cada local, permanecendo como um registo do presente e da sua envolvência cultural e plástica”, avança.

Obra de alentejano combatente pela liberdade exposta em Lisboa

A obra gráfica e de pintura de Henrique Ruivo, “um artista comprometido com a causa da liberdade” e natural do Alentejo, já está exposta até 18 de maio na galeria e livraria Tinta nos Nervos, em Lisboa.

Segundo a galeria e livraria, citada pela agência Lusa, “nascido em plena ditadura, no Alentejo, Henrique Ruivo (1935-2020) deu voz no seu trabalho gráfico e plástico ao combate pela liberdade, à resistência e à aspiração por dias melhores”.

Alcácer do Sal revela fotos inéditas do dia 25 de Abril de 1974

O município de Alcácer do Sal vai inaugurar, no próximo dia 21 de abril, a exposição “VEJAM BEM, Alcácer numa praça de GENTE madura”, que irá revelar fotos inéditas do dia 25 de Abril de 1974 na vila de Alcácer do Sal, mostrando o que aconteceu nesse dia e como Alcácer e as suas gentes receberam a revolução.

Em comunicado, a autarquia refere que “estas fotos marcantes serão também acompanhadas por nomes expostos dos alcacerenses que tiveram vontade e ação para que este dia acontecesse”.

Ponte de Sor recria sala de aula do Estado Novo

O município de Ponte de Sor vai recriar uma sala de aulas do tempo do Estado Novo, no âmbito das iniciativas do programa comemorativo dos 50 anos do 25 de Abril.

Segundo a agência Lusa, a recriação está inserida na exposição “Sala de aula – Estado Novo”, que vai estar patente no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor, a partir deste sábado, às 16:00, numa iniciativa desenvolvida pelos alunos do agrupamento de escolas do concelho.

Fonte do município de Ponte de Sor explicou que o objetivo foi “recriar o cenário e o ambiente de uma sala de aula no tempo da ditadura”.

Reguengos de Monsaraz expõe arquivo Ephemera sobre 25 de Abril

O município de Reguengos de Monsaraz inaugura, hoje, terça-feira, uma exposição com materiais da Ephemera – Biblioteca e Arquivo de José Pacheco Pereira, intitulada “A revolução e o que ela trouxe”.

Em comunicado, a autarquia refere que a inauguração está agendada para as 18:00 e contará com a presença de José Pacheco Pereira.

A exposição vai estar patente na biblioteca municipal da sede deste concelho até dia 28 de abril, e poderá ser visitada de segunda-feira a sábado das 10:00 às 12:30 e entre as 14:00 e as 17:30.

Rui Nabeiro homenageado com exposição em Campo Maior

A exposição, pensada para celebrar e recordar o legado do fundador da empresa Delta Cafés, intitula-se “E/Ternamente Rui Nabeiro” e pode ser vista no Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, até ao dia 28 de março de 2025.

Esta exposição, que foi inaugurada ontem, quinta-feira (28), dia de aniversário do nascimento de Rui Nabeiro (1921-2023), pretende dar a conhecer a vida e a obra do empresário alentejano, fez saber o Grupo Nabeiro.

Évora: mostra assinala 60 anos da descoberta de megalíticos

A Câmara Municipal de Évora inaugura, na quarta-feira, uma exposição sobre a descoberta do Cromeleque dos Almendres e a Anta Grande do Zambujeiro.

Em comunicado, a autarquia explica que, neste dia, se comemoram 60 anos da identificação destes “mais importantes monumentos megalíticos de Portugal”.

Assim, a exposição “Do ‘Cabeço da Anta’ ao ‘Alto das Pedras Talhas’ – RETRATOS DE UMA DESCOBERTA” irá estar patente entre 27 de março e 27 de outubro, na sala de exposições temporárias do Palácio de D. Manuel.

Universidade de Évora recorda “Primaveras Estudantis” em exposição

A exposição itinerante “Primaveras Estudantis”, coordenada por Álvaro Garrido, professor de História da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, vai ser inaugurada na Universidade de Évora (UÉ) no próximo dia 22 de fevereiro, às 16:30, na sala dos Docentes do Colégio do Espírito Santo.

Em comunicado, a UÉ explica que a exposição “revisita a cronologia deste movimento de oposição à ditadura do Estado Novo e o seu papel na construção da democracia”.

Páginas