Está aqui

Corticeira Amorim

2000 novos sobreiros plantados em Alcácer do Sal

Foram plantados ontem, sábado, 2000 novos sobreiros na Herdade Castelo de Arez, propriedade da Santa Casa da Misericórdia, concelho de Alcácer do Sal.

A iniciativa pertence à Corticeira Amorim que, numa parceria com a Quercus, com o apoio de mais de 100 voluntários da Corticeira e representantes da Quercus, plantou 2000 novos sobreiros numa iniciativa que reforça a floresta de sobro no litoral norte alentejano.

A plantação é apoiada, então, pelo projeto Green Cork, da Quercus, do qual a Corticeira Amorim é parceira.

Corticeira Amorim vai desenvolver interiores do primeiro comboio português

A CP juntou a Faculdade de Engenharia do Porto, o Instituto Superior Técnico e empresas como a Corticeira Amorim, a Efacec ou a Siemens para criar o primeiro comboio português. A notícia, que está a ser avançada pelo Público, refere que o primeiro comboio português vai ter o motor desenvolvido pela Efacec, a caixa pela Salvador Caetano, os moldes, cablagens e portas pela Associação de Fabricantes Indústria Automóvel, os interiores pela Almadesign e a Amorim e o grupo Sermec, especialista em metalomecânica de precisão e que trabalha com a Airbus.

Amorim quer acabar com a “lei da rolha” na cortiça

A Corticeira Amorim produz mais de 25 milhões de rolhas, mas o seu CEO acredita que o futuro passará cada vez mais por outras aplicações. Segundo o Dinheiro Vivo, numa peça assinada por pela jornalista Ana Sanlez, em 2020 haverá cinco instalações em Nova Iorque patrocinadas pela líder mundial do setor.

Corticeira Amorim investe mais 5 milhões de euros em aquisições internacionais

A Corticeira Amorim acaba de comprar por 5 milhões de euros mais 10% da francesa Bourrassé.

Após o fecho de contas do primeiro semestre deste ano, a Corticeira Amorim adquiriu, por 11 milhões de euros, 50% da checa Vinolok, e aplicou mais cinco milhões no reforço da sua participação na francesa Bourrassé para 70% do capital da empresa.

Corticeira Amorim compra metade da checa Vinilok por 11 milhões

A Corticeira Amorim adquiriu metade de empresa de vedantes da República Checa Vinilok. A empresa da família Amorim investiu 10,99 milhões de euros por 50% da Vinolok, especialista em vedantes de vidro para garrafas de vidro e espirituosos. Em comunicado enviado pela Amorim à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Corticeira Amorim declara que “celebrou um acordo para a aquisição de 50% da sociedade Vinolok, a.s., sedeada em Jablonec nad Nisou, República Checa.

Corticeira Amorim vai investir mais de 7 milhões de euros na plantação de sobreiros

O Grupo Amorim prepara-se para investir de 7 a 10 milhões em plantações de sobreiro, com o objetivo de dar resposta à procura de cortiça e aumentar produção em 30%

Segundo a edição de hje do DN a meta do grupo é plantar 50 mil hectares em Portugal na próxima década, o que corresponde a um aumento da área total de montado de sobro do país em 7%.

Corticeira Amorim aumenta lucros para 77,4 milhões de euros

Os lucros da Corticeira Amorim atingiram em 2018 os 77,4 milhões de euros, um aumento de 6% face ao ano anterior. A contribuir para estes resultados estiveram as vendas de rolhas, que aumentaram 11,9%. Os lucros da empresa, antes de juros, impostos, depreciação e amortização, chegaram aos 134,0 milhões de euros.
 

Amorim cria pavimento em cortiça com pegada de carbono negativa

Wise, o novo pavimento da Corticeira Amorim, disruptivo pela inovação, vai ser apresentado na Domotex em Hannover, Alemanha, uma feira que se realiza de 11 a 14 de Janeiro, integralmente feito de cortiça e materiais reciclados, totalmente livre de PVCs, cujo resultado é uma pegada de carbono negativa.

Para esta nova geração de pavimentos em cortiça, a empresa investiu 12 milhões de euros.

Voluntários plantam 2 mil novos sobreiros no Alentejo

A partir de amanhã a herdade Monte da Torre, em Galveias, Ponte de Sor, vai contar com dois mil novos sobreiros, plantados por voluntários, com o apoio da Corticeira Amorim e da Quercus. Ao todo cerca de uma centena de voluntários voltam a esta acção de reflorestação do Alentejo, no montado de sobro, que desde 2011 já plantou mais de vinte mil árvores autóctones.

Desligar ou não fora do trabalho? Na Corticeira Amorim desliga-se totalmente

Embora as mudanças no mundo laboral ocorram a um ritmo muito acelerado e as relações laborais tenham cada vez menos semelhanças com as do século passado, nem tudo são más notícias no que toca aos direitos laborais e ao direito ainda não generalizado de se poder desligar telefones, mails, etc, depois do horário de trabalho, ou no período de férias.

Páginas