Está aqui

Tecnologia

AQUACULTURA

A humanidade, desde que se tornou sedentária, cresceu, multiplicou-se e inventou as trocas comerciais. Porquê? Porque foi capaz de domesticar a produção do que a alimentava quando era nómada, porque obrigada a mudar-se sempre que se esgotavam os recursos alimentares disponibilizados pela natureza. Plantas, mamíferos e, mais tarde, peixes. Apesar das disparidades entre regiões no mundo, onde a fome crónica ainda afecta milhões de humanos, hoje cultivamos tudo em quantidades suficientes para nos alimentarmos e para vendermos aos outros como alimentos.

CODIE

Não é só um briquedo.

Uma startup húngara está a desenvolver um robô com a missão de ensinar crianças entre 8 a 12 anos a dar os primeiros passos no mundo da programação. Chama-se Codie e é um robô programável e controlado por um aplicativo, utilizando uma linguagem visual baseada em blocos.

INVESTIGADOR AUMENTA VISÃO HUMANA 3 VEZES

Super visão? Ainda não será desta, mas não faltará muito!

Um médico oftalmologista da British Columbia, no Canadá, acredita ter criado lentes corretivas para os olhos que poderão promover uma grande revolução na área de saúde em todo o mundo.

O doutor Garth Webb criou um dispositivo que pode melhorar 3 vezes a visão 20/20 (considerada uma visão normal).

UMA BICICLETA QUE SÓ PRECISA DE SOL

Enquanto se resolvem problemas de preços e autonomia dos veículos eléctricos, dão-se no sector outros avanços não menos importantes como o estético e o funcional.

Para exemplo falamos da LEAOS SOLAR, uma bicicleta eléctrica italiana com painéis solares totalmente integrados no veículo,  a primeira do género e que nem sequer é um protótipo porque já está à venda.

Para um clima como o alentejano, quase não vai ser preciso pedalar.

"Eborae Guide Tour" versão 2.0 com apresentação marcada

Numa iniciativa da AlentApp e do CIDEHUS – Universidade de Évora, e em colaboração com a Entidade Regional de Turismo, a Fundação Eugénio de Almeida e a Câmara Municipal de Évora, dia 22 de Abril, pelas 15h, no Auditório da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, será apresentado a versão 2.0 do "Eborae Guide Tour".

GOOGLE GLASS

Falar em público pode ser terrível. Uma sondagem do The Guardian revela que, para mais de metade dos inquiridos, falar em público soa pior que morte. Pode parecer um pouco exagerado mas se pensar em pôr-se à frente de uma enorme plateia… de repente já não estará assim muito fora de contexto, não acha? Felizmente já existe uma aplicação que o pode ajudar.

Um artigo de Laura Entis, na Enterpreneur, refere que um grupo de cientistas da “Human-Computer Interaction Group” da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, desenvolveram uma aplicação para “smart glass” que ajuda os que não têm esse talento de falar em público tão apurado.

O “Rhema”, é assim que chama – provém de declaração, coisa dita em grego - a aplicação faz um upload do áudio do orador e depois providencia, em tempo real, o feed-back quanto ao volume e à velocidade.

Como os autores da aplicação relembraram, “uma distração significativa pode levar a comportamentos anormais, tais como gaguejar, hesitar ou pausas incómodas” e o objetivo da aplicação é dar resposta a esses problemas sem que o público o note.

Arquitectura

18 Ideias brilhantes para Arranha-Céus do futuro.

Os vencedores do  eVolo Skyscraper Competition (que premeia as melhoras propostas de arranha-céus) deste ano lidaram com alguns problemas assustadores, incluindo a superlotação, o aquecimento global e o desastre ambiental.

Ponte de Sor: Município e Universidade da Beira Interior assinam acordo para desenvolver Cluster Aeronáutico

A Universidade da Beira Interior -(UBI) é a mais recente instituição a juntar-se ao projeto do Campus Universitário em Ponte de Sor. O protocolo de parceria entre o Reitor da UBI e o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor foi assinado esta semana e visa uma colaboração da UBI e da autarquia no desenvolvimento do cluster aeronáutico de Ponte de Sor.

Prepare-se, a robótica real já ultrapassou a ficção

Tem ideia de como está evoluída a robótica?

Dia da Internet Mais Segura

Sessões de sensibilização especialmente direcionadas para seniores e para os alunos em idade escolar mais precoce. São estas as principais atividades que irão decorrer no Alentejo hoje, no âmbito dum desafio lançado pelo Centro de Internet Segura que este ano tem o mote “Juntos vamos criar uma Internet melhor” para assinalar o dia da Internet Mais Segura.

Páginas