Política Nacional

Central de hidrogénio de Sines vais custar 3,5 mil milhões, o equivalente a 4 pontes Vasco da Gama

O projeto que visa criar uma central produtora de hidrogénio verde em Portugal, em Sines, para ser exportado para os Países Baixos pode vir a implicar um investimento de 3,5 mil milhões, o equivalente a 4 pontes Vasco da Gama.

Segundo a edição de hoje do Jornal Económico, a construção desta nova central poderá arrancar em meados de 2021 e já tem nome, um sugestivo Flamingo Verde (Green Flamingo), que poderá criar cinco mil postos de trabalho.

Hospital de Évora: deputados dizem não haver volta atrás

De acordo com os deputados socialistas eleitos por Évora, Luís Capoulas Santos e Norberto Patinho, não há retorno: o Orçamento de Estado para 2020 torna irreversível a construção do Novo Hospital Central do Alentejo.

Os deputados visitaram, este sábado, o local onde vai ser construído o novo Hospital Central do Alentejo, tendo também reunido com a Presidente do Conselho de Administração do Hospital do Espírito Santo, Filomena Mendes, e com o Presidente da ARS do Alentejo, José Robalo.

Évora incluída em projeto-piloto de subsídio para cuidadores informais

O Governo vai testar um novo subsídio para Cuidadores informais. Este projeto-piloto vai começar por ser testado em 30 concelhos e, de acordo com a ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, Évora é um dos concelhos selecionados, como indicou ao jornal Expresso.

Este projeto-piloto prevê a criação de um subsídio “acumulativo” aos já existentes, não se sabendo ainda o valor da prestação, nem o número de pessoas que serão abrangidas por esta medida.

Castro Verde vai investir 2,7 milhões em requalificação de escola com amianto

O projeto de requalificação da escola de Castro Verde prevê um investimento de 2,78 milhões de euros, e duas fases de intervenção, segundo o presidente daquela autarquia alentejana António José Brito. A escola data de 1986 e tem neste momento "graves problemas" resultantes de infiltrações de água e problemas térmicos, assim como coberturas em amianto.

Sines pode ser “um grande centro de energia verde”

Portugal “é o que melhor se posiciona” para o hidrogénio. Sines pode ser “um grande centro de energia verde”, garante o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

“Portugal está em condições de ser o maior produtor de hidrogénio verde” da Europa, do ponto de vista da “vantagem de preço”, garantiu ontem, terça-feira, na Assembleia da República, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, notando que Sines é peça central na estratégia, como destaca hoje o jornal Público.

Marvão vai lançar gabinete de apoio à comunidade estrangeira

O município de Marvão, no Alto Alentejo, vai inaugurar a 21 de janeiro um gabinete de apoio à comunidade estrangeira, com atendimento em várias línguas com o intuito de facilitar a integração de novos moradores naquele concelho alentejano.

Segundo a Rádio Portalegre o gabinete, que ficará situado no ninho de Empresas, em Santo António das Areias, vai permitir ajudar os estrangeiros em várias questões relacionadas com licenciamentos, certificados e finanças.

Ana Gomes, Viriato Soromenho Marques e António José Teixeira em Montemor-o-Novo

No dia 18 de janeiro de 2020, próximo sábado, Ana Gomes, Viriato Soromenho Marques e António José Teixeira reunem-se para uma reflexão em torno do tema Portugal na terceira década do milénio. Esta será a primeira conferência do ciclo Temos e não sabemos que, à semelhança de outros ciclos organizados pelo Espaço do Tempo - Sinais de Fumo e 

Nova plataforma educativa lançada em Reguengos de Monsaraz

O Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz recebe a dia 17 de janeiro, pelas 18h30, o lançamento da Plataforma + Cidadania Alentejo Central (maiscidadania.cimac.pt), um recurso tecnológico para a comunidade educativa do 1.º Ciclo do Ensino Básico e que está inserida no Programa Intermunicipal de Combate ao Insucesso Escolar.

“Bons” políticos, maus gestores

O governo acaba de fazer com mestria aquilo que sabe fazer melhor: gerir os parceiros desta geringonça informal. Não é razoável acreditar que não esteja há já muito tempo previsto o aumento extraordinário das pensões mais baixas, nem que os aumentos na função pública se fiquem pelos 0,3%. O que o governo fez foi dar o que era preciso dar para ver o orçamento aprovado na generalidade, guardando na manga as cartas necessárias para a aprovação na especialidade.

Moura vai trocar papel velho por material didático para as escolas

De 27 de janeiro a 10 de fevereiro, a Câmara Municipal de Moura desenvolve o projeto “Livros com Valor”, que consiste na recolha de livros, revistas, cadernos, entre outros materiais descontinuados, desatualizados ou em muito mau estado.

Por cada tonelada de materiais recolhidos serão angariados 70 euros, valor que se destinará à compra de material didático para as escolas do concelho de Moura.

Páginas