17 Julho 2019      11:18

Está aqui

Jovens de vigia no Alto de S. Bento em Évora para prevenir incêndios

O Município de Évora e o Instituto Português do Desporto e da Juventude lançaram uma parceria que coloca desde o início desta semana e até 3 de setembro, jovens com idades entre os 18 e os 30 anos, cuja missão é, entre outras, a de vigilância e prevenção aos incêndios.

A base das operações é no Alto de S. Bento, a zona mais alta junto à cidade, da qual se consegue ver boa parte do concelho.

O programa visa promover práticas de voluntariado juvenil no âmbito da preservação da natureza, florestas e ecossistemas, através da sensibilização das populações em geral, bem como da prevenção contra os incêndios florestais e outras catástrofes com impacto ambiental, da monitorização e recuperação de territórios afetados, da inventariação de espécies vegetais e animais, vigilância fixa e móvel.

Assim, e depois de terem recebido formação por parte de elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil, binóculos e farda, os jovens iniciaram a vigilância do Alto de S. Bento, em turnos de cinco horas, estando apetrechados com equipamento para chamara as autoridades, dando alertas para possíveis focos de incêndio.

Paralelamente à vigilância, os envolvidos no protejo Jovens Frente ao Fogo e enquanto fazem o “patrulhamento apeado” recolhem também o lixo encontrado, que, para além da questão ambiental, funciona também como fonte de ignição.

Na formação prévia, que teve lugar nas instalações de Évora do IPDJ, os “vigilantes” receberam ainda conhecimentos básicos de interpretação de coordenadas e de pontos de referência para quando houver necessidade de dar indicações às autoridades as mesmas sejam o mais precisas possível.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.