21 Junho 2018      14:48

Está aqui

Évora recebeu sementes de árvores sobreviventes de Hiroshima

A tristemente célebre cidade de Hiroshima, arrasada em agosto de 1945 (final da II Guerra Mundial), pela bomba atómica lançada pelos Estados Unidos da América e que matou mais de 250 mil pessoas, tem desde então cultivado as árvores que sobreviveram ao bombardeamento, tendo transformado as sementes dessas árvores em símbolos de paz.

No dia 29 de junho, no decurso das cerimónias do Dia da Cidade de Évora, serão lançadas à terra estas sementes originais de árvores sobreviventes ao bombardeamento atómico de Hiroshima. Tratam-se de árvores de cujos troncos carbonizados pelo bombardeamento vieram a brotar mais tarde rebentos verdes e folhas. Desde então, os cidadãos de Hiroshima tomaram-nas como Símbolos da Paz. Ainda hoje estas árvores constituem um exemplo inspirador de coragem e esperança no futuro.

As sementes, que vieram expressamente de Hiroshima, foram oferecidas por esta cidade como mensagem de Paz no âmbito da Mayors for Peace, uma organização sem fins lucrativos fundada pelas cidades de Hiroshima e Nagasaki em 1982, e que hoje em dia integra 7.578 cidades espalhadas por 163 países do mundo. Tem como principal objetivo promover a solidariedade das cidades em prol da abolição total das armas nucleares.

Évora, que aderiu a esta organização em 2007, é a primeira cidade de Portugal a ser distinguida com a honra de receber as sementes das árvores da Paz.

Imagem de capa de Rolls Press / Popperfoto via Getty

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.