4 Agosto 2020      08:56

Está aqui

Chaparrito, o abutre-preto de Moura

A votação do nome do abutre-preto nascido na Herdade da Contenda em Moura encerrou ontem e os nomes mais votados foram Tomina (73 votos), Chaparrito (69 votos), St. Aleixo (64 votos), Esteva (56 votos) e Medronho (46 votos).

A votação contou com 203 participações e 406 nomes sugeridos. Entretanto, as análises realizadas às penas permitiram identificar o sexo do jovem abutre. Tratando-se de um macho, o nome escolhido pela votação foi Chaparrito. Este nome faz parte da toponímia da Herdade da Contenda, sendo uma mancha florestal constituída por sobreiros e algumas azinheiras, na zona sul da herdade no limite com Espanha.

O jovem Chaparrito, foi hoje marcado com um emissor de satélite num processo coordenado pela Liga para a Proteção da Natureza. O emissor irá permitir acompanhar remotamente os movimentos da ave, assim que se ausentar do ninho onde nasceu. Este processo, de emancipação dos pais, ainda irá demorar 2 a 3 meses, período após o qual a Herdade da Contenda disponibilizará informação ao público dos movimentos da ave. A ação foi realizada às primeiras horas da manhã, de forma a evitar a exposição do Chaparrito ao calor.

São raros os nascimentos de uma cria abutre-preto na região e merecem destaque porque esta ave já havia desistido de se reproduzir no Alentejo há mais de quarenta anos. A ave tem merecido o apoio do projecto LIFE “Habitat Lince Abutre”.

O Abutre-preto está ameaçado de extinção em Portugal e a principal ameaça que enfrenta é a do envenenamento deliberado, sendo que estão sinalizadas menos de uma centena em Portugal.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.