Está aqui

Zeca Afonso

País celebra 90 anos do nascimento de Zeca Afonso

A 2 de agosto Zeca Afonso faria 90 anos e o País celebra o eterno cantor de Abril.

"Estrada Branca", um tributo a Zeca Afonso e Vinicius de Moraes, no Castelo de Alandroal

No ano em que se assinala o 90º aniversário de José Afonso, o projeto “Estrada Branca” ganhou nova vida, desta forma em formato físico. Um LP gravado ao vivo, aquando da estreia do projeto musical em 2017, e que contou com passagens pelo Mosteiro de São Bento da Vitória (Porto), Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra) e São Luiz Teatro Municipal (Lisboa). As vozes de Mónica Salmaso e José Pedro Gil voltam a reencontrar-se em julho para um concerto em Alandroal, com partilha do universo de dois nomes maiores da música portuguesa e brasileira: José Afonso e Vinicius de Moraes.

Entre hoje e domingo Grândola dedica 4 dias à música de intervenção e de protesto

O Município de Grândola, na Costa Alentejana, dedica entre hoje, 11 de outubro e o próximo domingo, quatro dias dedicados à música de intervenção e de protesto, num programa que inclui exposições, concertos de música e o lançamento de um CD-Livreto dedicado a Zeca Afonso.

30 ANOS SEM ZECA

Assinalam-se este mês 30 anos do falecimento de Zeca Afonso. 30 anos que perdemos uma das vozes da liberdade.

A voz de alguém que, contra tudo e todos, teve a coragem de erguer a voz e cantar contra a ditadura.

Zeca não foi apenas uma das vozes das senhas do 25 de Abril, foi a voz do 25 de Abril, juntamente com um grupo de cantores de intervenção que fizeram da cantiga uma arma.

OBRA DE ZECA AFONSO EXPOSTA EM ÉVORA

O Núcleo de Évora da Associação José Afonso é o grande responsável pela exposição em Évora da obra discográfica de Zeca Afonso, contando com a colaboração da Câmara Municipal e do INATEL.

“Desta Canção que Apeteço” é o nome da exposição que foi inaugurada esta sexta-feira, dia 3 de fevereiro, na Galeria do INATEL, em Évora, e que está inserida nas comemorações que nacionais que assinalam os 30 anos da morte de José Afonso e da criação da AJA.

Pode ser visitada de terça a sexta, das 10h às 20h; e sábado e domingos da 11h às 20h.

 

Imagem de entrelineas.org