Está aqui

Teatro Garcia de Resende

Bonecas em Évora

Gostava de ser essa pessoa mas não sou. Na capa do livro que imagino pousado na minha mesa de cabeceira está gravado o título Bonecas. Faço um esforço para me lembrar mas não consigo precisar o momento em que a história começa. Imagino-me a dançar uma música que adoro, a mexer o meu corpo, a pensar que não sou a única a ouvir esta música. Não sou a única a dançar e a pensar isto. E grito mais alto para que alguém me possa ouvir. No outro lado do mundo há outra rapariga como eu que neste palco quer falar sobre tudo isto.

Évora cria novo festival dedicado ao feminino

O Municipio de Évora prepara-se para lançar uma nova proposta cultural que aborda "não só os direitos e as conquistas e as desigualdades e os atos de discriminação relativos à Mulher, mas que o faz segundo a sensibilidade feminina nas artes". Falamos do Artística Festival, que vai decorrer ente 8 e 10 de março, no Teatro Garcia de Resende.

Segundo a organização o novo festival pretende divulgar a criação e o trabalho artístico de mulheres e de expressões do feminino e promover e praticar o livre acesso à cultura.

Évora Jazz Fest volta ao Teatro Garcia de Resende

O Évora Jazz Fest  resolveu alargar ainda mais o círculo criado em 2018, "em que o jazz foi o pivot de um carrossel, a que se juntaram a pintura, a fotografia, a formação e a música, entre outras artes e emoções".

The Gift em Portalegre e Évora

A Tour “Primavera / Verão” dos The Gift vai percorrer 15 cidades portuguesas durante os meses de Março, Abril e Maio e é exclusiva a teatros e auditórios, estando previsto um concerto em Portalegre, no CAE a 29 de março e Évora, no Teatro Garcia de Resende, a 3 de abril.

Centro Dramático de Évora faz 44 anos

Diz quem sabe que quando o actor e encenador Mário Barradas abriu as portas do Teatro Garcia de Resende a 11 de janeiro de 1975, para lançar o Centro Dramático de Évora, CENDREV, abriu as portas de um sonho. Que faz agora 44 anos.

Manuel Guerra hoje no Teatro Garcia de Resende em Évora

Manuel Guerra apresenta hoje "em casa" o seu último trabalho discográfico, "'Sem porquês', um disco composto por uma série de canções "que espelham diferentes aspetos e vivências da minha vida". O músico eborense tem o Teatro Garcia de Resende esgotado para ouvir o seu trabalho, influenciado particularmente pelo falecimento do seu irmão, num acidente aéreo em 2014, que o marcou profundamente.

Brasileiros levam a "A Arte de Enterrar seus Mortos" a Évora

Uma mulher grita. Com o que resta de suas forças, joga um punhado de terra sobre o corpo morto de seu irmão. E assim, se faz uma criminosa. A história é a de Antígona, a princesa banida, que retorna à sua terra natal para cumprir os rituais fúnebres de seu irmão. Mas sua manifestação de amor fraterno a torna uma fora da lei, e como tal, será julgada. 

MONDA NO PALCO DO EMBLEMÁTICO GARCIA DE RESENDE EM ÉVORA

Jorge Roque, Pedro Zagalo e Der Medinas, os "três músicos alentejano de áreas distintas, da clássica ao jazz, que propõem um releitura do cante que o aproxima da música de câmara sem lhe trair a essência", como definiu Nuno Pacheco, do Público, chegam a 15 de setembro à mais emblemática sala de espectáculos do Alentejo, No centenário Teatro Garcia de Resende, em Évora
 

NOISERV HOJE EM ÉVORA

​Com quase 12 anos de existência, noiserv, “homem-orquestra”, ou banda de um homem só, tem vindo a afirmar-se como um dos mais estimulantes projectos da nova geração de músicos portugueses. No  currículo conta com o bem sucedido disco de estreia “One Hundred Miles from Thoughtlessness” [2​008], o EP “A Day in the Day of the Days” [2010], e “Almost Visible Orchestra” [2013], disco distinguido como melhor do ano pela Sociedade Portuguesa de Autores e recentemente re-editado internacionalmente pela editora francesa naive, casa mãe de projetos como Yann Tiersen, M83, entre muitos outros.

ÉVORA: UMA CONVERSA COM SALVADOR SOBRAL

Durante o tempo que viveu nos Estados Unidos e em Barcelona, onde estudou na prestigiada escola Taller de Musics, desenvolveu vários projetos musicais: compôs para si próprio mas ao mesmo tempo criou performances arrojadas à volta da figura de Chet Baker, bebeu da bossa-nova e trouxe às suas canções as doces sonoridades da américa latina. Falamos do talentoso Salvador Sobral, que atua a 25 de fevereiro no Teatro Garcia de Resende em Évora.

Páginas