Está aqui

Projeto

Projeto ambiental quer reduzir procura de água no Alentejo

O projeto MEDwater, apresentado pela associação ZERO, pretende reduzir a procura de água, assegurar as necessidades de segurança hídrica através da gestão da área irrigada e criar ferramentas informáticas que permitam o acesso da cidadania à informação, nas áreas do Algarve e Alentejo.

De acordo com a agência Lusa, o projeto é financiado através de um programa financiado pela Islândia, Lichetenstein e Noruega, denominado Fundo Cidadãos Ativos, sendo gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian, em consórcio com a Fundação Bissaya Barreto.

Projeto “experimental” em Ourique quer apoiar idosos e cuidadores

A Associação Nossa Terra, de Aldeia de Palheiros, em Ourique, está a dinamizar um projeto “experimental e inovador” de apoio a idosos e cuidadores no município, num investimento total de quase 250 mil euros.

Alto Alentejo cria projeto único em Saúde Mental

O “Gabinete Inclusivo Comunitário”, um novo projeto inovador e único no Alentejo que pretende inserir as pessoas com doença mental no mercado de trabalho, vai ser apresentado amanhã, sexta-feira, no Lar de São Salvador da Aramenha, em Marvão.

De acordo com a Rádio Portalegre, este projeto visa ir ao encontro da população com doença mental, residente nos concelhos de Portalegre, Marvão e Castelo de Vide, e será apresentado durante o 2.º Encontro de Saúde Mental, no Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Politécnico de Portalegre.

Retratos da população sénior de Borba expostos na cidade

Retratos em grande formato da população sénior que vive em isolamento no concelho de Borba, no distrito de Évora, vão estar expostos, a partir de hoje, sexta-feira, e até 9 de janeiro, nesta cidade alentejana.

Em declarações à Lusa, o fotógrafo José Miguel Soares explicou que a mostra apresenta “cerca de 50 fotografias em grande formato” das “várias dezenas que foram tiradas” à população sénior do concelho de Borba.

Estação Biológica de Mértola estuda novas práticas agrícolas

A Estação Biológica de Mértola está a desenvolver um projeto que vai estudar novas formas de trabalhar o solo e que conta com vários parceiros nacionais e internacionais.

Segundo a Rádio Pax, o projeto, designado “Pastagens Regenerativas”, junta um total de cinco agricultores de Mértola e Castro Verde e foi apresentado pela vereadora Rosinda Pimenta ao programa “Pontos de Vista”.

Universidade de Évora cria processo para produzir túberas em massa

Investigadores da Universidade de Évora desenvolveram um processo tecnológico que abre caminho à produção em massa de túberas, ao permitir ligar os fungos que as originam a plantas com mais tempo de vida, avança a Lusa.

De acordo com a investigadora Celeste Santos e Silva, “este fungo só se ligava com plantas com um ciclo anual, mas conseguimos ligar o fungo a plantas que vivem vários anos (plantas perenes) e fazer plantações”.

António Ceia da Silva visitou várias obras e projetos em Portel

O Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), António Ceia da Silva, esteve presente numa reunião de trabalho com a Câmara Municipal de Portel na passada segunda-feira.

Em comunicado, a autarquia divulgou que a agenda da reunião contemplou a execução de vários projetos, alguns deles não financiados, perspetivando também novos investimentos, nomeadamente o futuro alargamento da zona industrial de Portel, o Parque de Feiras e Exposições e a componente de novas respostas sociais.

Ombro Amigo quer tirar 150 pessoas do isolamento em Ourém

O Projeto “Ombro Amigo”, da Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida, quer tirar 150 pessoas da situação de isolamento no concelho de Ourém, no distrito de Santarém.

Mértola promove coesão social do concelho com novo projeto

A Câmara Municipal de Mértola está a promover a “coesão social do concelho” através do projeto “Próximos – Capacitar e Intervir para o Desenvolvimento Social e Intergeracional de Mértola”, no âmbito dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social de 4.ª Geração (CLDS 4G).

LEVAR, LER E DEVOLVER AO… FRIGORÍFICO

Abrir um frigorífico, num jardim, tirar um livro, levar para casa lê-lo e que lhe peçam que o devolva a um qualquer outro frigorifico tem tudo para que lhe possa parecer uma história rocambolesca de Hollywood, no entanto, é bem verdade e é no Alentejo.

O Projeto "Levar, Ler e Devolver" será inaugurado a 21 de junho, no jardim municipal de Santiago do Cacém e é uma iniciativa que visa promover a leitura e a cultural democratizando o acesso dos munícipes e visitantes aos livros e à leitura.

Páginas