Está aqui

Pandemia

Lisboa e o país real

Há décadas que Portugal é acusado de ter um Estado centralista e egocêntrico, em que muitos dos principais decisores políticos não conhecem a realidade dos portugueses espalhados pelo país, e em que a concentração de poder em Lisboa serve de garantia para que o controlo do Estado não se perca das mãos dos mesmos poucos de sempre.

Quem ouviu o presidente da Câmara de Lisboa referir-se na televisão ao concelho de Ovar, dizendo que era mais pequeno do que uma freguesia de Sintra, percebe a falta de pudor com que esta arrogância bacoca e ridícula é assumida.

Mas há ainda pior.

Autarquias vão usar cada vez mais o teletrabalho, indica estudo

Está demonstrado que a pandemia do Covid 19 levou as autarquias portuguesas a utilizar massivamente canais digitais para comunicar com os munícipes. Quem o diz é um estudo do grupo YoungNetwork, que apresenta o primeiro estudo sobre o impacto da Covid-19 nas Autarquias Portuguesas, analisando a forma como comunicaram, como se adaptaram à nova realidade no dia-a-dia e como perspetivam o futuro pós-pandemia.

Controlo na fronteira com Espanha mantém-se até ao final do mês

Portugal e Espanha vão manter, até ao dia 30 de junho, o controlo de pessoas nas fronteiras entre os dois países, no âmbito das medidas de combate à pandemia da doença COVID-19, avança em nota enviada às redações o Ministério da Administração Interna.

A decisão de manter esta reposição de controlo nas fronteiras, foi concertada entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Espanha, e resulta da avaliação da situação epidemiológica na União Europeia, atendendo igualmente às medidas propostas pela Comissão Europeia.

Sim, isto é, não. O jantar não foi bom - Crónicas de um médico italiano em tempos de pandemia

 

Espelho: Vejo que estás muito bem hoje de manhã

Eu: Obrigado.

Espelho: Nitidamente o jantar com salada, tomate, pepino, fruta fez-te bem.

Eu: Sim, foi um bom jantar. Mas o que vais me dizer, isómero de má sorte? Quando começas assim, é porque queres estragar o meu dia.

Espelho: Mas não! Eu estava simplesmente a indagar como te sentes, quando comes frutas e legumes.

Eu: Faz-te entender ou cala a boca!

Desconfinamento: receio de comer fora, fazer ginásio e andar de transportes

Os portugueses vivem a época de desconfinamento com receio. A maioria declara temer voltar a frequentar cafés, restaurantes e bares; de usar os transportes públicos; e aponta um período entre um e dois meses para voltar à normalidade. Estas são conclusões de um estudo conjunto da Multidados – The Research Agency e da Guess What.

Regresso a restaurantes só daqui a um mês

Pré-escolar reabre em Portel com todos os profissionais testados ao Covid-19

O Município de Portel garante que o pré-escolar vai reabrir no próximo dia 1 de junho "em máxima segurança", depois de ter assegurado testes a todos os profissionais envolvidos em creches do Concelho e cujos resultados foram negativos.

A Câmara Municipal, com a colaboração da Unidade de Saúde Familiar de Portel, assumiu a realização de testes a todos os profissionais de educação dos vários estabelecimentos envolvidos e encara este regresso às actividades educativas "com a máxima confiança e segurança para crianças, profissionais e famílias".

Como vai ser o trabalho depois da pandemia?

Que consequências terá a pandemia no mundo do trabalho? Trará alterações no modo de trabalho e no emprego?

O trabalho e a pandemia são os temas em discussão hoje.

Com moderação de Francisco Teixeira, o debtae conta com Raquel Varela, historiadora, professora do Instituto de História Contemporânea da UNL e Elísio Estanque, sociólogo e professor Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

Pode colocar a sua experiência e perguntas e assistir em direto, no Facebook do Tribuna Alentejo ou diretamente na página do Facebook da ASMAV, hoje, 27, pelas 21 horas.

Crónicas de um médico italiano em tempos de pandemia: Qualquer um teria feito o mesmo que eu fiz

Nem sempre é fácil lidar com todas as tarefas que a existência exige de nós. Trabalhar regularmente, tentar ser um pouco alegre - como podemos nesses tempos estranhos - tentar escrever algumas linhas num idioma que não é o meu e, além disso, lidar com um hóspede inteligente, sábio e bem-informado como o que tenho em casa. Na verdade, não sei como chamá-lo se não for um hóspede; já quanto a ser bem-informado, não tenho dúvidas.

Espelho - Boa noite. Não te vi esta manhã.

Eu - Não estive em casa. Dia de folga.

Taxa de desemprego dispara 22,1% em abril

Segundo dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), o número de desempregados em abril aumentou 22,1% em abril, em comparação com o mesmo período do ano passado.

No mês de abril o IEFP tinha registo de 392.323 desempregados neste período, uma subida de 14,1% em relação a março, com destaque para a região do Algarve, com mais 123,9% de desempregados, para o período homólogo de 2019.

Turismo em Elvas reabre a partir de 3 de junho

A Câmara Municipal de Elvas vai reabrir os espaços municipais, relacionados com a área do Turismo, a partir de 3 de junho.

A abertura será feita tendo em conta as diretrizes emanadas pela Direção Geral de Saúde, abrindo assim ao público, a partir desta data, a Biblioteca Municipal de Elvas Dra. Elsa Grilo, a Casa da Cultura, a Casa da História Judaica (por pré-marcação), o Forte da Graça, o Forte de Santa Luzia, o Museu de Arte Contemporânea de Elvas e o Posto de Turismo da Praça da República.

Páginas