Está aqui

Monumento nacional

Igreja da Cartuxa de Évora vai ser classificada como monumento

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) acabou de publicar, em Diário da República, o processo de ampliação da classificação como monumento nacional da Igreja da Cartuxa de Évora, para incluir o conjunto do mosteiro.

De acordo com a agência Lusa, João Carlos dos Santos, diretor-geral do Património Cultural, indicou que o seu despacho, de 12 de abril deste ano, determina a abertura do procedimento de ampliação da classificação da Igreja da Cartuxa e de redenominação para Conjunto Monástico da Cartuxa de Évora.

Ruínas romanas de Tróia reabrem ao público

As ruínas romanas de Tróia vão reabrir ao público já nesta próxima quinta-feira, 3 de março, adianta o portal New in Setúbal.

De acordo com a mesma fonte, o monumento vai estar disponível para visitas até ao dia 31 de outubro, de quarta-feira a sábado, das 10:00 às 13:00 e das 14:30 às 18:00.

O preço normal de uma visita sem guia é de 6€. Já estudantes, maiores de 65 anos, caminhantes, ciclistas e grupos pagam 5€. Para os miúdos até aos 12 anos, a entrada é gratuita. Para fazer uma visita guiada e conhecer todos os pormenores da história do complexo, o bilhete custa 7,50€.

Basílica Real de Castro Verde vai ser classificada como Monumento Nacional

A Direção Geral do Património Cultural, através da Secção do Património Arquitetónico e Arqueológico do Conselho Nacional de Cultura, deu parecer favorável ao projeto de classificação da Basílica Real de Castro Verde como Monumento Nacional, decisão submetida pela Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA).

Em comunicado, o autarca de Castro Verde, José Brito, considera que este é “um momento que engrandece Castro Verde e a sua população, mas também representa um ato de justiça para com o mais importante monumento do concelho, que orgulha todos os castrenses”.

Basílica Real de Castro Verde será classificada como Monumento Nacional

A Basílica Real de Castro Verde vai ser classificada como Monumento Nacional, revelou o município em comunicado.

Segundo a autarquia, o processo está em curso e foi anunciado pela Diretora Regional de Cultura do Alentejo (DRCA), Ana Paula Amendoeira, no âmbito da assinatura do auto de consignação “da fase mais importante das obras de reabilitação”, que se realizou esta terça-feira nos Paços do Município.

Villa romana de S. Cucufate na Vidigueira proposta a monumento nacional

A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) propôs a classificação das ruínas de São Cucufate, que é Imóvel de Interesse Público desde 1947, a monumento nacional, avança o Público.

O motivo prende-se pelo facto de se considerar que a villa romana, localizada em Vila de Frades, na Vidigueira, tem um “carácter único e excecional a nível nacional e não só.”