Está aqui

Meteorologia

Mas que frio…

Este fim-de-semana não há chuva, o sol vai brilhar, o céu estará limpo, mas vai estar um frio… E vai notar-se mais logo assim que o sol se põe; as temperaturas, à noite, vão baixar muito, sobretudo as temperaturas mínimas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) classifica mesmo esta previsão – com “acentuado arrefecimento noturno”.

Adeus chuva, até 2020

A chuva vai dar tréguas até 2020; em câmbio, as temperaturas vão baixar de modo gradual até à passagem de ano e atingir valores mais condizentes com o habitual nesta época.

Chuva não chega para tirar o Baixo Alentejo da condição de seca

As últimas semanas têm sido pródigas em chuva, com as barragens nacionais a registarem a recuperação do volume da água armazenada, mas também muitas cheias, destruição de propriedade, 2 mortos confirmados e um desaparecido.

Contudo e apesar de toda a chuva a seca vai manter-se nas zonas mais críticas do país, nomeadamente no Baixo Alentejo e no Algarve.

Alentejo em alerta: saí Elsa entra Fabien

Este fim de semana, Beja está em alerta laranja; Évora e Portalegre estão sob aviso amarelo em consequência da chegada de uma nova depressão, alerta o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA).

Depois do “Elsa” chegou o “Fabien” e traz períodos de chuva persistente e por vezes muito forte no Alto Alentejo e no cabo de Sines.

O vento também será forte, de sudoeste, com rajadas a atingir valores de 90 km/h, podendo atingir os 130km/h nas regiões mais altas.

Apesar do Daniel e da Elsa, o Alentejo vai ter bom tempo no Natal

Apesar da borrasca que foi a depressão Daniel e de não sabermos se a depressão Elsa será pior, agora que o sol brilha no Alentejo depois de tanta água que foi muito bem vinda, segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), vamos ter boa prenda no Natal

Acha que está mau tempo? Vai ficar, pior… bem pior

Os últimos dias, em especial o fim de semana, tem sido marcado por céu nublado, frio e muita chuva. Mas o pior está para vir esta semana e quarta pode ser o pior de todos.

Há projeções de aumento significativo de chuva e que podem provocar inundações, além de vento forte, trovoada e neve nos pontos mais altos e frios.

Aproveite o sol hoje, amanhã chove

São estas as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera: hoje sol, amanhã chuva para mais de metade do País.

Os últimos dias têm tido muito sol – apesar de frios – mas amanhã, domingo, a chuva estará de volta e, no Alentejo, os aguaceiros atingirão o distrito de Portalegre. Évora e Beja serão marcados por muitas nuvens, e Évora também não deverá escapar à chuva.

Cuidado, não se molhe

Este fim de semana vai ser novamente marcado pela chuva pelo que não se deve esquecer do guarda chuva e dos impermeáveis.

As previsões do Instituto Português da Atmosfera (IPMA) para este sábado céu muito nublado e prevê períodos de chuva que podem passar a aguaceiros; as temperaturas mínimas vão descer, sendo que, nos pontos mais altos da Serra da Estrela, pode haver queda de neve.

Beja estará entre os 12 e os 18 graus, Évora entre os 11 e os 18 graus e Portalegre entre os 9 e os 13.

Ar polar vai fazer cair as temperaturas no Alentejo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA)  lançou um aviso amarelo para amanhã sábado, para todo o País devido à chuva e vento forte com rajadas que podem chegar aos 110 quilómetros por hora nas terras altas e prevê também queda abrupta das temperaturas na ordem dos 2 a 5 graus devido a ar polar.

Para Évora o IPMA prevê para amanhã uma máxima de 14 graus e uma mínima de 6 graus. Para Beja 15 de máxima e 6 graus de mínima. Para Portalegre 13 de máxima e 5 graus de mínima. As temperaturas deverão subir um pouco a partir de domingo.

 

Massa fria da Gronelândia põe Beja com 3ºC

Devido a uma massa de ar frio polar proveniente da região da Gronelândia, Portugal está com temperaturas muito baixas e o distrito de Beja vai chegar a mínimas 3ºC, de acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Para hoje, sábado, prevê-se mesmo mais uma descida da temperatura mínima, apesar do céu pouco nublado ou limpo.

Ao longo da tarde, e de norte para sul, aumentará a nebulosidade e os períodos de chuva que afetarão o litoral oeste da região Sul.

Páginas