Está aqui

Mercado Imobiliário

Alentejo atinge recorde em vendas de casas

O volume de vendas de casas abrandou no terceiro trimestre de 2019 em Lisboa, mas no Alentejo atingiu novos recordes. O número e o valor das casas estão a cair desde o ano passado em todo o país com excepção do centro e do Alentejo com um recorde de casas transacionadas, bem como no montante destas vendas.

Entre julho e setembro deste ano, foram registadas 15.489 vendas na Área Metropolitana de Lisboa, no valor de três mil milhões de euros, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE). O que representa uma quebra em comparação como o mesmo período do ano anterior.

O Alentejo é a única região a ver uma queda nos preços dos imóveis

Nos últimos anos, Portugal registou um crescimento consistente e constante no seu mercado imobiliário, com Lisboa e Algarve a servirem de porta-bandeira desta expansão económica, uma vez que os valores médios anuais das respetivas propriedades aumentaram com os percentuais mais altos do país, 7,3% e 9,4%, respetivamente. A região do Alentejo, no sul do país, é a única região que não se junta à festa quando se trata deste sucesso económico, não tendo um aumento nos valores das suas propriedades.

ÉVORA: MERCADO IMOBILIÁRIO DISPARA

O Millennium BCP colocou à venda 160 imóveis no distrito de Évora, 76 de uso residencial. Segundo um responsável de vendas de retalho do BCP, Évora é o distrito no Alentejo que apresenta maior dinamismo no mercado de vendas de imobiliário.

Segundo o mesmo responsável, em declarações ao Público, este dinamismo deve-se ao crescimento da atividade turística, à comunidade académica e ao crescimento do cluster aeronáutico.