Está aqui

Drone

Drone da Força Aérea volta a cair, desta vez em Ferreira do Alentejo

Uma aeronave não tripulada da Força Aérea Portuguesa (FAP), alocada à Base Aérea N.º 11 de Beja, realizou esta quinta-feira “uma aterragem forçada” junto à Barragem de Odivelas, em Ferreira do Alentejo, revelou este ramo militar à Lusa.

Em comunicado, a FAP informou que a aeronave não tripulada (UAS, em inglês, Unmanned Aircaift Systems) estava a realizar uma missão de treino, “não tendo colocado em risco população ou habitações”, fruto da “aterragem forçada” que aconteceu “esta tarde”.

Força Aérea suspende “drones” após acidente no Alentejo

Uma aterragem forçada no Torrão, concelho de Alcácer do Sal, de um “drone” – uma aeronave não tripulada - da Força Aérea Portuguesa (FAP) levou ao anúncio da suspensão das operações com este tipo de aeronaves.

O drone como refere comunicado da FA, estava a operar a partir da Base Aérea N.º 11, em Beja, para uma missão de vigilância aérea na zona sul de Portugal e realizou uma aterragem forçada não colocando em risco população ou habitações.

DRONES PARA O ALENTEJO

A alta tecnologia aeronáutica portuguesa continua a avançar, e a apostar no Alentejo. Desta feita, e com investimento de 5 milhões de euros, será criado um centro de desenvolvimento, produção e testes de drones (aviões não-tripulados) em Ponte de Sor.