25 Setembro 2020      15:08

Está aqui

Carta a todas as crianças da Sociedade do Bem

Eu não sei quanto a vocês, mas confesso que foi com receio que voltei à escola.

Depois de tantos meses a preparar o regresso da Sociedade do Bem às salas de aula (e são tantas salas de aula!), a adaptar os diferentes projetos ao que nos foi pedido em cada escola, entre tantos avanços e recuos e um sem fim de obstáculos a ultrapassar... finalmente encontramo-nos!

E enquanto me apresento a alguns ("Olá, o meu nome é Susana. Há por aqui outra Susana? Hmmm aposto que não... E Matilde? E Tiago? E Carolina?"), reencontro outros, mais crescidos, que meio ano na infância corresponde a mais um palmo em altura, mais coisa menos coisa! E é incrível como neste palmo cabem quilómetros de novas ideias fantásticas, de sonhos para um futuro que se descobre a cada nascer do sol e de uma curiosidade gigante que leva a questionar mais, mais e mais. E quando dou por mim, o receio de voltar à escola esfuma-se e dá lugar a uma enorme alegria por partilhar convosco este tempo e este espaço.

Podemos agora compartilhar uma vida para além do virtual. Estar juntos na sala de aula. Lanchar em conjunto. Brincar nos intervalos. Ler um livro na biblioteca da escola. Cumprimentar os professores e os auxiliares que passam por nós nos corredores. Todos sabemos que é uma escola diferente da que conhecíamos. Mas se esta escola trouxe novas regras, trouxe também a certeza de que é nela que queremos estar. Desejo-vos um ano letivo cheio de novas aprendizagens e descobertas, com a certeza que, um dia, vai ficar tudo bem.

Até lá, que as máscaras nunca nos impeçam de oferecer ao mundo o nosso melhor sorriso, que as setas nos corredores não nos inibam de caminhar em direção aos outros e que o gel nas nossas mãos não nos demova de dar a mão a quem precisa.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.