Está aqui

Urgência Pediátrica

Risco de Rotura na Urgência Pediátrica em Évora gera críticas da Ordem dos Médicos

O Bastonário da Ordem dos Médicos (OM) Miguel Guimarães considerou hoje que o risco de rotura da Urgência Pediátrica do Hospital de Évora, e que levou ontem os médico pediatras daquela unidade a reclamar por mais médicos especialistas e melhores condições de trabalho “é mais uma das muitas faces visíveis do desinvestimento a que tem sido sujeito o Serviço Nacional de Saúde (SNS) na última década”. “Dificuldades que se acentuam nas unidades de Saúde das regiões do Interior”, lamentou.
 

Urgência Pediátrica do Hospital de Évora em "rotura"

O alerta foi dado pelos pediatras do Hospital do Espírito Santo em Évora, que numa posição conjunta, reclamam por melhores condições de trabalho e pela contratação de médicos especialistas. Num documento assinado pelos pediatras daquele hospital, e pelo diretor de Serviço de Pediatria, os médicos sublinham o "risco de rotura da Urgência Pediátrica" devido à falta de profissionais e por considerarem que as instalações em que trabalham não são adequadas.