Está aqui

Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)

Politécnico de Portalegre requalifica escola com 1,5M€

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Politécnico de Portalegre está a ser alvo de requalificação, pela primeira vez em cerca de 40 anos, num investimento que ronda 1,5 milhões de euros.

Em declarações à agência Lusa, Luís Loures, presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), explicou que “há cerca de 40 anos” que não eram efetuadas obras no edifício, devendo esta reabilitação decorrer até setembro.

Na atual ESECS funcionou, em tempos, o Liceu Nacional de Portalegre, estabelecimento de ensino onde lecionou o poeta José Régio.

Autarca de Évora alerta para dificuldades com empresas de construção

O presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, alertou o Governo que Portugal pode não atingir as metas do Plano de Recuperação e Resiliência se as empresas de construção não conseguirem garantir “tantas obras em simultâneo”.

Governo financia 60M€ para habitação no Alentejo

O Governo assina, hoje, terça-feira, com 24 municípios do Alentejo, os contratos que permitem a construção de habitação, no valor de 60 milhões de euros, com financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e no âmbito da nova Estratégia para a Habitação.

De acordo com a Rádio M24, a cerimónia irá realizar-se na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora, e vai contar com a presença dos ministros Adjunto e da Coesão Territorial, Manuel Castro Almeida, e das Infraestruturas e Habitação, Miguel Pinto Luz.

Montemor-o-Novo quer iniciar obras no Convento da Saudação este ano

Deverão começar este ano as obras de requalificação e conservação do Convento da Saudação, em Montemor-o-Novo, que representam um investimento de cerca de 6,5 milhões de euros, anunciou Olímpio Galvão, presidente da autarquia.

O autarca afirmou, em declarações à agência Lusa, que esta é “uma obra marcante para o concelho”, que tem “mais de três décadas” de espera e que vai fazer com que o edifício seja uma “âncora turística e cultural”.

“Vai ter que ser desta vez, porque não irá surgir outra oportunidade no futuro” para tornar este projeto realidade, sublinhou.

Campo Maior: Zona industrial com investimento de 15,2 ME nas energias renováveis

A Câmara Municipal de Campo Maior anunciou, na passada segunda-feira (13), que vai investir 15,2 milhões de euros na criação de uma área empresarial de última geração na zona industrial, equipada com sistemas de produção e armazenamento de energia renovável.

O presidente do município, Luís Rosinha (PS), afirmou, em declarações à agência Lusa, que este projeto conta com o financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Reguengos de Monsaraz candidatou requalificação de escola ao PRR

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz candidatou a requalificação e modernização da Escola Básica António Gião ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), revelou o município, através de um comunicado. Esta candidatura, no valor de cerca de 4,47 milhões de euros, foi efetuada no âmbito do Programa de Recuperação/Reabilitação de Escolas, integrado no PRR, que procura modernizar, pelo menos, 75 estabelecimentos públicos de ensino dos 2.º e 3.º ciclos e do secundário.

Évora apresenta Bairro Comercial Digital no valor de mais de 1M€

O município de Évora vai apresentar hoje, no Palácio D. Manuel, o Bairro Comercial Digital de Évora, uma candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que recebeu um investimento total de 1 411 032 euros.  

Odemira alarga resposta de habitação em todas as freguesias

A Câmara Municipal de Odemira acaba de lançar, no âmbito da Estratégia Local de Habitação do município, o processo de oferta pública de aquisição de frações a construir, de tipologia T1 a T4, com o objetivo de alargar a resposta de habitação em todas as freguesias, num investimento de 37 856 000 euros.

Em comunicado, a autarquia refere que estas novas respostas se destinam “a primeira habitação, no âmbito do 1.º Direito, condicionada à aprovação do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência”.

Serpa quer requalificar escola secundária com ajuda do PRR

A Câmara Municipal de Serpa quer avançar este ano com a requalificação da escola secundária da cidade, num investimento de oito milhões de euros, com financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Em declarações à agência Lusa, João Efigénio Palma, presidente da autarquia, afirma que “estamos a trabalhar na candidatura [do projeto] ao PRR e queremos lançar o concurso e iniciar as obras até ao final deste ano”.

Novo bairro comercial digital toma forma em Monsaraz

O município de Reguengos de Monsaraz está a promover um projeto para criar, na vila medieval de Monsaraz, um bairro comercial digital para capacitar as empresas de comércio e serviços na área das tecnologias e na modernização dos seus negócios.

Em comunicado, a autarquia explica que o projeto foi candidatado ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e tem como parceiros a ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, o NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora e a AHRESP – Associação da hotelaria, restauração e similares de Portugal.

Páginas