Está aqui

Palavras Andarilhas

Palavras contadas vão andar à solta em Beja

A iniciativa “Palavras Andarilhas” volta a celebrar a palavra contada da tradição oral entre 26 e 28 de agosto, no Jardim Público de Beja, dando voz “aos contadores que, pelo país e estrangeiro, partilham os contos tradicionais de diversas latitudes do mundo”.

Segundo o jornal Sul Informação, a edição deste ano tem curadoria de Jorge Serafim, sendo organizada pela Câmara Municipal de Beja, através da Biblioteca Municipal. Esta iniciativa acontece bienalmente desde 2002.

Beja: 15 anos de Palavras Andarilhas

Beja recebe mais uma edição - a décima quinta - das Palavras Andarilhas | Encontro dos Aprendizes do Contar, de 23 a 26 de agosto.

Já é conhecida a programação desta edição e propõe OLHARES diversos sobre a arte da palavra dita e impressa, em oficinas, tertúlias e conferências, apoiando a formação dos mediadores de leitura que acorrem a Beja, nestes dias um lugar de RESPIRAR.

Escritores como Viale Moutinho, Eugénio Roda, Rita Taborda Duarte vão participar, além de outros criadores convidados que vão partilhar os seus universos.

PALAVRAS ANDARILHAS JÁ TÊM DATA

A 3ª edição do “Palavras Andarilhas” já tem data e, de 28 a 30 de agosto, Beja voltará a ser a capital dos contos.

O Jardim Público de Beja será novamente o centro da festa do conto, da exaltação da palavra enquanto veículo de transmissão cultural e de tradições intemporais. Os contos, quer sejam lidos, escutados ou contados têm sido, desde sempre, um grande veículo de aprendizagem coletiva.  

 

Imagem de bejayarrabaldes.blogspot.pt

PALAVRAS ANDARILHAS À SOLTA EM BEJA

A cidade de Beja vai receber, entre 24 e 28 de Agosto, a 4ª edição de Palavras Andarilhas  e o Festival de Contos do Mundo. Serão vários os pontos da cidade que vão receber estas iniciativas.

"CONTADEIRAS DE HISTÓRIAS" DO ALENTEJO JÁ É LIVRO

Há um ano contavamos-lhe a história da "Contadeiras de Histórias", um projecto de peças únicas que têm como conceito o mundo dos livros e da leitura e, como prioridade, a utilização de materiais reutilizáveis. Nascido no Alentejo, criado por uma alentejana desperta para as artes, desde a ilustração ao artesanato, a Sofia Paulin