Alentejo Central

VIANA DO ALENTEJO VAI TER NOVO QUARTEL DA GNR

Viana do Alentejo, em Évora, bate-se há muitos anos por um novo quartel da GNR que não só garanta a segurança da população como ofereça melhores condições de trabalho aos militares. O município chegou a disponibilizar terrenos para a construção de um novo espaço para os militares, em alternativa ao atual e que não é mais do que uma casa de habitação alugada e com poucas condições de trabalho, após o abandono forçado do velho quartel.

ÉVORA: MERCADO IMOBILIÁRIO DISPARA

O Millennium BCP colocou à venda 160 imóveis no distrito de Évora, 76 de uso residencial. Segundo um responsável de vendas de retalho do BCP, Évora é o distrito no Alentejo que apresenta maior dinamismo no mercado de vendas de imobiliário.

Segundo o mesmo responsável, em declarações ao Público, este dinamismo deve-se ao crescimento da atividade turística, à comunidade académica e ao crescimento do cluster aeronáutico.

 

 

ÉVORA: GOVERNO "QUER ACABAR COM A ISENÇÃO" DO IMI NO CENTRO HISTÓRICO

A acusação é do Movimento de Defesa do Centro Histórico (MDCH) de Évora e é dada pelo porta-voz, João Andrade Santos, ex-vereador do município de Évora, que apelida a intenção do governo de passar para a competência das Câmaras Municipais o poder de isentar ou não os edifícios do centro histórico de Évora, classificados pela UNESCO, como hipócrita e que traz a intenção de acabar definitivamente com a isenção.

FUNDAÇÃO EUGÉNIO DE ALMEIDA PROMOVE SANTA CASA CHALLENGE

A Fundação Eugénio de Almeida associa-se à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa para divulgar e incentivar a participação de entidades e cidadãos do Alentejo a participar no Santa Casa Challenge, um concurso de inovação social digital, que pretende associar as novas tecnologias ao desenvolvimento social e bem-estar da população.

ÉVORA: MARCO ANTÓNIO COSTA DEBATE POLÍTICAS SOCIAIS

O PSD organiza hoje em Évora um encontro para debater políticas sociais que conta com a participação de Marco António Costa, vice-presidente do partido.

Segundo a organização este Fórum tem como objetivos garantir o "respeito pelo percurso de contratualização e cooperação entre economia pública, social e privada, densificar a proposta do programa de desenvolvimento social apresentados no Programa Eleitoral de 2015 e promover políticas inovadoras, capazes de fomentar a empregabilidade".

O evento decorre às 21h00, no Évora Hotel.

 

CARLOS ZORRINHO ASSUME DOIS NOVOS RELATÓRIOS DA UNIÃO EUROPEIA

O Parlamento Europeu confiou ao eurodeputado eborense Carlos Zorrinho dois relatórios relevantes no plano digital e para a investigação e inovação no Mediterrâneo. Carlos Zorrinho vai ser Relator principal da iniciativa WIFI4EU, que será uma oportunidade para traçar uma matriz inclusiva no território da União para os vários ciclos de inovação digital, no âmbito da Comissão de Indústria, Investigação e Energia - ITRE e Relator sombra para a Parceria PRIMA (parceria de Investigação e Inovação para o Mediterrâneo), no âmbito da Comissão de Ambiente, Saúde e Segurança Alimentar - ENVI.

ÉVORA PROMOVE EMPREGO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

O Núcleo Empresarial da Região de Évora (NERE) e a CERCIDIANA uniram esforços na organização de uma feira de habilidades profissionais, onde empresários e potenciais empregadores poderão assistir a demonstrações profissionais de pessoas com deficiência e incapacidades.

MORA: ABERTAS CANDIDATURAS AO PRÉMIO JOVEM CIENTISTA DO ANO

O período de candidaturas ao Prémio Fluviário de Mora 2016 – Jovem Cientista do Ano decorre até ao dia 31 de Dezembro e distingue alunos de doutoramento, mestrado ou licenciatura que tenha publicado, como primeiro autor, um artigo (revista SCI), no ano a que se refere o concurso, na temática conservação e biodiversidade de recursos aquáticos continentais (Estuários e Rios).

Este prémio já distinguiu 11 jovens investigadores, promovendo o desenvolvimento do conhecimento nas áreas da Conservação e Biodiversidade dos Recursos Aquáticos Continentais (Rios e Estuários).

ÉVORA: CÂMARA COM PODER DE ISENTAR DE IMI O CENTRO HISTÓRICO

A polémica tem vários anos, opõe serviços tributários e municípios e levou mesmo à criação de uma associação de moradores do centro histórico de Évora, com o fim de conseguir a isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) no Centro Histórico classificado pela UNESCO. O que é certo é que a partir de dia 1 de janeiro de 2017, por acordo com o governo, quem passa a decidir sobre a isenção ou não do IMI nos centros históricos classificados (Porto, Guimarães e Évora) são as Câmaras Municipais.

ÉVORA: LINHA FÉRREA "NÃO PODE SIGNIFICAR TOTAL DESRESPEITO" PELA POPULAÇÃO

O projecto de passagem da linha férrea Sines-Elvas/Caia em Évora voltou a ser assunto de debate este fim-de-semana em Évora.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá,  não está em causa a importância do troço ferroviário, mas sim o impacto negativo que o mesmo poderá ter se se confirmar o traçado apresentado.

Páginas