21 Junho 2024      11:03

Está aqui

Vendas Novas cria Centro de Acolhimento a Refugiados

A Câmara Municipal de Vendas Novas inaugurou o novo Centro de Acolhimento a Refugiados esta quinta-feira, dia em que se assinalou o Dia Mundial do Refugiado.

Em comunicado, a autarquia explica que este centro, localizado no antigo edifício dos Salesianos, é uma iniciativa do Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS Portugal) e faz parte do Projeto CEIR – Criação de Equipamentos de Instalação de Refugiados.

O Centro de Acolhimento a Refugiados de Vendas Novas é, segundo a mesma fonte, “um espaço qualificado para acolher cerca de 20 famílias com crianças, por um período temporário, dando-lhes teto, apoio médico e psicossocial, aulas de português, orientação cultural e ajuda na definição do seu projeto de vida”.

Além disso, o novo equipamento conta com espaços comuns de refeição, lazer e convívio, cozinhas com zonas de confeção individuais, e salas de aula, para atividades de grupo e de atendimento médico.

“O objetivo é que as famílias que fugiram de conflitos, guerras e perseguições encontrem aqui não apenas um teto, mas também uma segurança que as ajudará a reconstruir as suas vidas”, acrescenta a autarquia, salientando que, “após este período inicial de acolhimento, cada família seguirá o seu caminho, escolhendo o lugar onde desejam construir um futuro próspero”.

A cerimónia de inauguração contou com a presença de vários representantes do JRS, incluindo o seu Diretor-geral, o Arcebispo de Évora, a Consultora da Casa Civil do Presidente da República, que leu uma mensagem do Presidente da República, e o Secretário de Estado Adjunto da Presidência.

Adicionalmente, os presentes ouviram ainda o testemunho de um refugiado afegão que está em Portugal desde 2021, e que foi acolhido no centro da JRS de Lisboa.

 

Fotografia de ccmm.madeira.gov.pt